Se a pandemia te atrapalhou, o REFIS te regulariza! Prefeitura de São Gabriel

Assine 200 mega por 99,00 e leve mais 30 mega por 1 pila! CLIQUE AQUI

www.peruzzo.com.br - Acesse, compre e receba em casa!

Painéis Solares A Elétrica - Energia Solar em até 120x

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Clínica Imuniza - Muito mais do que vacinar, cuidar do seu bem estar - CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

Faça seu cartão Cauzzo e tenha os melhores profissionais para sua saúde

O Sicredi Essência faz mais por você!

Use Odontologia em São Gabriel - saúde bucal para você e sua família

Anúncio Dra Ana Paula Ross

30 junho 2020

Solicitações indevidas do auxílio emergencial repercutem no País

Auxílio emergencial foi pedido indevidamente por quem não precisaria do benefício e casos repercutem no País (foto ilustrativa)
No último domingo (28), o programa Fantástico, da Globo, levou ao ar reportagem da RBS TV feita por Giovani Grizotti e Humberto Trezzi que tinha sido censurada por conta de denunciar pedidos indevidos do auxílio emergencial, destinado à microempreendedores individuais e famílias carentes que tiveram abalos em sua renda com a pandemia de covid-19, mas que estavam sendo requisitados por pessoas com posses. Como a lista dos beneficiários foi disponibilizada publicamente, em vários municípios do Estado estão circulando supostas listas de beneficiários que não precisariam do mesmo e em São Gabriel, comentários giram em redes sociais a respeito do assunto.


Um relatório do TCU (Tribunal de Contas da União) mostra que 235.572 empresários, que não são MEIs (Microempreendedores Individuais), receberam o auxílio emergencial de R$ 600 pago pelo governo federal devido ao novo coronavírus. A lei que estabelece o auxílio emergencial permite que MEIs (Microempreendedores Individuais) e contribuintes individuais da Previdência recebam o benefício, desde que cumpram critérios como ter renda por pessoa da família de até R$ 522,50 ou renda familiar de até R$ 3.135 e não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018. Além disso, 15.850 auxílios foram pagos à brasileiros que excederam a regra de renda. O problema se verificou por conta de que não há burocracia para obter o auxílio, além de falhas no sistema.

A relação dos beneficiários está disponível no Portal Transparência do Governo Federal. Há um site para devolução do Auxílio Emergencial que pode ser acessado em https://devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br/devolucao, com todos os passos disponíveis para fazer o procedimento. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 30/06/2020 09h39
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.