10 junho 2020

Governo Federal anuncia prorrogação do auxílio emergencial por mais dois meses

Auxílio emergencial, que é pago pela Caixa, deverá ser pago por mais duas parcelas, conforme planeja o Governo Federal, mas em valor de 300 reais cada uma (foto arquivo C7)
O Governo Federal deverá prorrogar o pagamento do auxílio emergencial por mais dois meses, conforme anunciado pelo Ministro da Fazenda, Paulo Guedes, nesta terça-feira (9). Não está definido se o valor continuará o mesmo ou haverá uma redução - a ideia do Presidente Jair Bolsonaro é de pagar mais duas parcelas de 300 reais cada, além das três de 600.

Após a reunião interministerial nesta terça, Bolsonaro disse que aceita aumentar o valor do auxílio emergencial se deputados e senadores reduzirem os próprios salários. De acordo com o presidente, se o Congresso quiser que as duas parcelas extras sejam de R$ 600, os parlamentares terão de indicar a fonte da despesa. Por sua vez, o Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, propôs que os três poderes façam cortes para permitir que se pague os 600 reais.

O auxílio emergencial está sendo pago atualmente em três parcelas de 600 reais, em calendários que são anunciados pelo Governo Federal e repassados à Caixa. As inscrições podem ser feitas até 2 de julho, mas ainda há cerca de 10,6 milhões de cadastros em análise e sem previsão de serem liberados ou não.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 10/06/2020 12h16
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.