Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Ministro da Justiça pede demissão

Acompanhe nossa cobertura sobre a guerra ao coronavírus

Agora em São Gabriel, preço e qualidade no mesmo lugar - Posto JP Santa Lúcia

Chega de pagar caro na conta de luz - Vá de Ecotec Energy

La Belle - Para mulheres de bom gosto

Supermercado Bromberger - O gigante dos preços baixos em São Gabriel!

Participe da promoção "De Malas Prontas" da Dismabe Superauto e ganhe um vale-viagem!

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel Previna-se com o Fisk - Wash your hands

Ichthus Sabores - Seu mais novo delivery em São Gabriel

Promoção Urbano 60 anos - 1 milhão em prêmios

Compre no Comércio local - Uma campanha CDL e ACI São Gabriel

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Previna-se contra o novo coronavírus - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Sicredi Pampa Gaúcho - proteja-se de golpes

Studio H de Mana, em novo endereço

Chiabotto Lanches - a nova opção de lanches para a comunidade gabrielense

Centro Africano do Pai Oxalá - Moises de Oxalá

Ministro da Justiça pede demissão

Ministro da Justiça e Segurança, Sérgio Moro, pediu demissão do cargo na manhã desta sexta (foto Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O Ministro da Justiça, Sérgio Moro, anunciou sua demissão do Governo Jair Bolsonaro na manhã desta sexta-feira (24). O estopim da sua saída foi a exoneração do Diretor-Geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, o que sinalizou uma interferência política na PF. Ele concedeu uma coletiva às 11h na sede do Ministério.



Moro afirmou que o Presidente Jair Bolsonaro queria interferir no comando da PF, além de que a prometida "carta branca" para agir foi retirada durante sua gestão. Ações no Supremo Tribunal Federal podem ter influenciado para isso também, com investigações sobre as fake news que podem atingir pessoas ligadas ao chamado "gabinete do ódio" e de quem financiou manifestações antidemocráticas que pediam a volta da ditadura no País.


O Ministro enfatizou essas graves acusações durante sua coletiva, que durou 40 minutos e estremece as paredes do Poder em Brasília. Sérgio Moro foi nomeado Ministro da Justiça por Jair Bolsonaro e ficou conhecido após ser o juiz da Operação Lava-Jato. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 24/04/2020 12h17 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: