Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Duas mulheres são roubadas, agredidas e estupradas em Uruguaiana

Acompanhe nossa cobertura sobre a guerra ao coronavírus

Para matar sua fome, pede uma Baita Pizza em São Gabriel! Clique aqui e saiba mais!

Supermercado Bromberger - O gigante dos preços baixos em São Gabriel!

Participe da promoção "De Malas Prontas" da Dismabe Superauto e ganhe um vale-viagem!

Dia 22 de março - Dia Mundial da Água

Conheça o novo endereço da Pohlmann Móveis em Madeira e Decoração

Se inscreva no Vestibular de Verão da Urcamp - provas com agendamento diário

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Matricule-se no Fisk e ganhe um presente!

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Previna-se contra o novo coronavírus - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Se proteja do Coronavírus com as dicas do Sicredi

Studio H de Mana, em novo endereço

Duas mulheres são roubadas, agredidas e estupradas em Uruguaiana

Um caso chocou a comunidade de Uruguaiana, na fronteira com a Argentina, na tarde de quarta-feira (4). Duas mulheres, ambas de 28 anos, uma fotógrafa e uma modelo, foram espancadas e estupradas quando estavam fazendo um ensaio fotográfico em um campo localizado atrás do Parque de Exposições. O suspeito usou um facão para render as vítimas e levá-las até um carro, onde as violentou. Ele foi preso em Maçambará nesta sexta-feira pela Brigada Militar e tem 37 anos.


Segundo a Delegacia da Mulher de Uruguaiana, as vítimas tinham chegado ao local por volta das 15h.  Após finalizar o ensaio, a fotógrafa e a cliente foram atacadas pelo homem. Ainda segundo a delegada, as duas teriam ficado desacordadas e somente horas depois conseguiram chegar até o carro. As vítimas ainda tiveram seus pertences roubados, como roupas, documentos, celulares e máquina fotográfica.

Elas dirigiram cerca de três quilômetros até serem encontradas por populares na Avenida Presidente Vargas, na entrada de Uruguaiana, e encaminhadas ao hospital. Conforme a polícia, as duas mulheres apresentam diversas lesões no corpo e uma delas teve a mandíbula quebrada. O caso gerou revolta na comunidade e de forma absurda, teve quem criticasse as vítimas. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 06/03/2020 18h08
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: