02 fevereiro 2020

Gabrielense é morto a tiros em Lajeado


Com informações do site Agora no Vale

Um gabrielense de 24 anos foi morto na noite dete sábado (1º), em Lajeado. Andrei Max de Oliveira Freitas foi atingido por um homem que disparou várias vezes contra sua cabeça, quando andava na Rua Dois Irmãos, no Bairro Conservas.



Ele residia no Bairro Jardim do Cedro. Segundo informações do portal Agora no Vale, a vítima andava pela rua com outro homem quando um terceiro chegou e desferiu dois disparos na cabeça de Andrei.

A Polícia Civil e o IGP estiveram no local, encontraram um projetil de arma de fogo e uma jaqueta de cobre (entregues pelo IGP), além de uma garrafa de energético e uma garrafa de bebida alcoólica recentemente abertos.


Segundo informações da Polícia, Andrei estaria envolvido em dois assaltos ocorridos na última quinta-feira em São Gabriel e tinha sido preso pela Brigada Militar, mas foi liberado logo após. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 02/02/2020 16h05
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.