Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Caso Kiss: Justiça decide que mais dois réus serão julgados em Porto Alegre

Acompanhe nossa cobertura sobre a guerra ao coronavírus

Para matar sua fome, pede uma Baita Pizza em São Gabriel! Clique aqui e saiba mais!

Supermercado Bromberger - O gigante dos preços baixos em São Gabriel!

Participe da promoção "De Malas Prontas" da Dismabe Superauto e ganhe um vale-viagem!

Colégio Perpétuo Socorro contra o coronavírus

Conheça o novo endereço da Pohlmann Móveis em Madeira e Decoração

Se inscreva no Vestibular de Verão da Urcamp - provas com agendamento diário

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Matricule-se no Fisk e ganhe um presente!

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Previna-se contra o novo coronavírus - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Se proteja do Coronavírus com as dicas do Sicredi

Studio H de Mana, em novo endereço

Caso Kiss: Justiça decide que mais dois réus serão julgados em Porto Alegre

Julgamento de pedido para que mais dois réus sejam julgados fora de Santa Maria ocorreu nesta quarta em Porto Alegre e eles conseguiram, sendo que Mauro Hoffmann e Marcelo Jesus dos Santos serão julgados na capital (foto Mário Salgado/TJ-RS)
Mais uma decisão polêmica do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul no Caso Kiss ocorreu nesta tarde. Mais dois réus, Mauro Londero Hoffmann, um dos sócios da Kiss e Marcelo Jesus dos Santos, vocalista do grupo Gurizada Fandangueira, serão levados a júri popular em Porto Alegre.



A decisão foi da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, por dois votos a um. Os desembargadores que votaram a favor alegaram que a realização do julgamento em um ambiente neutro "daria mais segurança aos acusados, assim como a parcialidade dos jurados", ao aceitar os argumentos da defesa.


Com isso, o assistente da banda, Luciano Bonilha Leão, será o único a ser julgado em Santa Maria no dia 16 de março. Ele foi o único que não pediu transferência do julgamento para a capital gaúcha. Mauro e Marcelo serão julgados com Elisandro Spohr, outro sócio da boate, em Porto Alegre.

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações do TJRS 
Data: 12/02/2020 19h04 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: