23 janeiro 2020

Justiça determina que MTG emposse Gilda Galeazzi imediatamente no cargo

Justiça de Lajeado determina que Gilda Galeazzi seja empossada como presidente do MTG (foto arquivo pessoal)
A Justiça pode ter posto fim ao imbróglio judicial que estava em torno da eleição do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), que está com o resultado suspenso desde 12 de janeiro, após o empate entre Elenir Winck e Gilda Galeazzi. Em decisão emitida pela 2ª Vara Cível da Comarca de Lajeado, a Justiça determinou a posse imediata de Gilda como nova presidente do MTG.

A questão vem sendo alvo de disputa judicial desde que a eleição terminou empatada entre Elenir e Gilda - 530 votos para cada uma - e uma interpretação polêmica do regulamento determinava que a eleição fosse vencida pela candidata mais idosa, que teoricamente seria Gilda. A Comissão Eleitoral na época, entendeu que a coletânea do MTG diria que o candidato mais idoso seria entre os conselheiros das chapas, visto que o sistema seria parlamentarista, não presidencialista.

Só que o Regulamento Geral do MTG não é claro quanto a isso e dá a entender que o candidato se refere à cabeça de chapa e a campanha foi voltada a isso, assim como as cédulas de votação com o nome das duas candidatas. O MTG entrou com recurso, mas na última terça-feira (21), o Tribunal de Justiça do Estado negou este e manteve suspensa a posse de Elenir Winck. Recursos subsequentes também foram impetrados e estes foram derrotados

Uma nova decisão judicial da Comarca de Lajeado determinou a posse imediata de Gilda no cargo, em tutela de urgência, visto que a diretoria antiga já não teria mais poderes de gestão. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 23/01/2020 16h00 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário: