Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Definida data do primeiro Júri do Caso Kiss

Para matar sua fome, pede uma Baita Pizza em São Gabriel! Clique aqui e saiba mais!

Participe da promoção "De Malas Prontas" da Dismabe Superauto e ganhe um vale-viagem!

Conheça o novo endereço da Pohlmann Móveis em Madeira e Decoração

11-03-2020 - Pink Panther Night

07-03-2020 1º Baile do Chopp em São Gabriel

22-02-2020 Prestigie o Carnaval da Despertar, na Seven! Baile com Tudo di Bom. Clique aqui para mais info

Se inscreva no Vestibular de Verão da Urcamp - provas com agendamento diário

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Matricule-se no Fisk e ganhe um presente!

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Jogue Limpo Com a Sua Cidade - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Aqui na cooperativa dividimos os resultados - Vem para Sicredi Pampa Gaúcho

Studio H de Mana, em novo endereço

Definida data do primeiro Júri do Caso Kiss

Primeiro júri de acusados pela tragédia da boate Kiss acontecerá em 
A Comarca de Justiça de Santa Maria decidiu nesta quinta-feira (16) a data do primeiro júri do processo criminal que apura as circunstâncias relacionadas no incêndio da boate Kiss, que matou 242 pessoas em 27 de janeiro de 2013. O júri será em 16 de março, uma segunda-feira. A decisão foi emitida pelo juiz de direito Ulysses Fonseca Louzada, titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Santa Maria, que confirmou a data do julgamento dos acusados Luciano Augusto Bonilha Leão, Marcelo de Jesus dos Santos e Mauro Londero Hoffmann.



O julgamento do quarto réu, Elisandro Callegaro Spohr (Kiko), será em Porto Alegre e sem data definida. O júri será no Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), às 10 horas. O acesso da imprensa ao local será permitido mediante credenciamento prévio.

O magistrado havia determnado a cisão do processo criminal, dividindo em dois os julgamentos dos réus (Marcelo e Mauro seriam julgados em 16 de março e Elissandro e Luciano, em 27 de abril, também deste ano). As partes tinham recorrido ao Tribunal de Justiça e uma das defesas, de Elisandro Spohr, obteve o desaforamento (retirada do júri da cidade que seria julgado) para Porto Alegre, em data a ser marcada.


As demais foram rejeitadas, mantendo o julgamento único dos três acusados em Santa Maria. A decisão de retirar o julgamento de Elisandro em Santa Maria decepcionou os familiares das vítimas da tragédia ocorrida em 2013. O caso começa a ter um desfecho, sete anos após esta catástrofe que chocou o Estado e Pais e acabou fazendo cerca de oito vítimas de São Gabriel.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 16/01/2020 19h37
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: