11 dezembro 2019

Para desmistificar "fama de mau" dos Pit Bulls, Haiser está em São Gabriel

Pit Bull Haiser percorre o Estado com seu tutor, Martin, que faz campanha para provar que a raça não é assassina nem má, mas os seus criadores que são irresponsáveis
Um dos cães mais estilosos que já foi visto por aqui anda entre nós, para provar que sua raça não é má. O cão Haiser, de seu tutor Néstor Martin Sugo, está em São Gabriel, mas já vem há tempo na estrada para provar que não é o cão, mas as pessoas que são más. A dupla esteve na redação do Caderno7 na última sexta-feira (6), onde fez uma visita e conversou com o editor do site, jornalista Marcelo Ribeiro.



Martin e Haiser com o editor do site, jornalista Marcelo Ribeiro
Martin, que é natural de Taquarembó, onde nasceu Carlos Gardel (1890-1935), contou sobre sua vida para a reportagem. Ele já percorreu o todo o Uruguai a pé e está no Brasil desde novembro do ano passado. Na região, ele está entre Rosário e São Gabriel, mas garante que foi melhor recebido aqui, onde inclusive foi convidado pela vereadora Flávia Batista (Progressistas) para participar de uma sessão do Legislativo e falar de sua campanha.

Na sua caminhada, Martin faz uma campanha contra a discriminação com a raça do seu cachorro, considerada violenta. "Não existem raças de animais assassinos, mas donos irresponsáveis. Os animais vão seguir sempre o que o dono fizer ou deixar de fazer, refletir seu comportamento", afirma. Ele, que é formado em marketing e foi fuzileiro naval, deve muito a Haiser a saída da depressão, onde ele pensou em tirar a vida, mas o bichinho foi fundamental para que ele saísse dessa pior fase de sua vida.

Ele frisa que os Pit Bulls não são violentos, que seu comportamento depende de criação e treinamento. "Mas é uma raça que não é para todo mundo. A única raça assassina e destrutiva é o ser humano, viajamos por aqui para difundir isso e que não é o animal que é violento, mas o criador que não sabe ensinar, educar e amar", frisou.


O rapaz se sustenta fazendo apresentações com Haiser e uma bolinha, e recebendo doações, além de vender adesivos personalizados. A marca registrada de Haiser é ele usar um óculos de sol e isso chama muito a atenção das pessoas, principalmente crianças e jovens que querem tirar uma foto com o cão, que acaba sendo manso. Ele já passou por cidades como Santana do Livramento, Rosário do Sul, Torres, Atlântida, Florianópolis, Porto Alegre, Santa Maria, entre outras. Para quem quiser ajudá-lo ou conhecer mais sobre seu trabalho, o contato dele é (55) 992084899. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 11/12/2019 10h56
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.