Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: São Gabriel recebe 5º Encontro Numismático da Fronteira Oeste

Casa do Sofá, agora em novo endereço! Confira!

Dia 05-12 - Grande Festa Final de Ano com Sandro e Cícero, na Seven - Realização RW Saúde dos Cabelos e Lú Couros

Renova Lar Tottal - até 30 de novembro

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Matrículas abertas no Colégio Perpétuo Socorro para 2020!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça inglês e espanhol no Fisk - matrículas abertas

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Renegocie suas dívidas judiciais com a Prefeitura com o REFIS Judicial

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Poupança? É Sim, Sicredi - Aproveite para fazer a diferença em sua vida financeira

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

São Gabriel recebe 5º Encontro Numismático da Fronteira Oeste

Evento aconteceu durante a tarde de domingo na Câmara de Vereadores, reunindo colecionadores de toda a região Fronteira Oeste
Neste domingo (3), São Gabriel recebeu o 5º Encontro Numismático da Fronteira Oeste, organizado pelos Numismatas da região. A atividade consistiu na exposição de moedas e cédulas antigas e aconteceu na Câmara de Vereadores da cidade, organizada pelo numismata Cléber de Lima Ramos. A comunidade foi conferir e ficou atraída pelas moedas e notas de dinheiro antigas em perfeito estado.




Antigas e atuais moedas foram apresentadas; algumas delas poderiam ser vendidas ou trocadas

Muitas informações foram trocadas pelos presentes ao encontro, além do público conhecer as moedas
Os colecionadores de moedas estiveram, durante a reunião, promovendo uma mostra de coleções pessoais ao público interessado, além de promover compras, vendas, trocas e ainda intercâmbio de informações para os presentes. Chamou a atenção várias moedas e notas do Brasil, Estados Unidos, Argentina, Espanha, Inglaterra, entre outros países do mundo.

“O que torna uma moeda interessante e passe a receber cotação significativa é o baixo número de cunhagem daquela série e o consequente grau de dificuldade em consegui-la. O estado de conservação também pesa na hora de haver comercialização da moeda, o que se dá o nome de flor de cunho”, destacou o organizador do grupo, professor de história de Uruguaiana Luciano Dias Dessesards.


Magro Borin era um dos participantes locais, com suas moedas e cédulas antigas
Havia moedas de várias épocas, entre elas uma que Cléber conserva que é do ano de 364 d.C., do Império Romano. Outro apreciador da arte que estava presente era o empresário Valdir Borin (Magro), com suas notas e moedas de várias épocas. O evento foi aberto e gratuito ao público. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 03/11/2019 23h00
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: