Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Proposta do Governo pode extinguir municípios com menos de 5 mil habitantes

Casa do Sofá, agora em novo endereço! Confira!

Dia 05-12 - Grande Festa Final de Ano com Sandro e Cícero, na Seven - Realização RW Saúde dos Cabelos e Lú Couros

Renova Lar Tottal - até 30 de novembro

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Matrículas abertas no Colégio Perpétuo Socorro para 2020!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça inglês e espanhol no Fisk - matrículas abertas

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Renegocie suas dívidas judiciais com a Prefeitura com o REFIS Judicial

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Poupança? É Sim, Sicredi - Aproveite para fazer a diferença em sua vida financeira

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Proposta do Governo pode extinguir municípios com menos de 5 mil habitantes

Santa Margarida e Vila Nova do Sul correm risco de ser extintos se PEC do Governo Bolsonaro que prevê incorporação de municípios com menos de 5 mil habitantes e que tenham arrecadação própria inferior a 10% da receita for aprovada pelo Congresso (fotos arquivo C7)
Santa Margarida e Vila Nova do Sul estão na possível lista

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) apresentada nesta terça-feira (5), pelo Presidente da República Jair Bolsonaro e também o chamado Pacote do Ministro da Fazenda, Paulo Guedes, prevê que um município com até 5 mil habitantes e que tenha arrecadação própria inferior a 10% da receita total seja extinto e incorporado ao município vizinho. À grosso modo (pois o governo não informou quantos municípios seriam atingidos pela regra), Santa Margarida e Vila Nova do Sul podem ser afetados por isso.

Santa Margarida, atualmente com 2.562 habitantes e Vila Nova do Sul possui 4.280, mas podem ter receita que esteja dentro da realidade, sendo que isto deverá ser definido pelo próximo Censo, a ocorrer em 2020. No Rio Grande do Sul, 231 municípios tem menos de 5 mil habitantes e podem ser incorporados aos maiores, reduzindo 45% dos 497 municípios existentes.

As entidades e os prefeitos repudiaram a ideia e deverão se mobilizar para impedir sua aprovação. Segundo o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, a medida pode afetar até 1.254 municípios, em todo o país. Além do Rio Grande do Sul, Minas Gerais soma o mesmo número de cidades com menos de 5 mil habitantes: 231.

A incorporação, se aprovada, deve valer a partir de 2025, cabendo a uma lei ordinária definir qual município vizinho vai absorver a prefeitura deficitária. Uma lei complementar deve disciplinar a criação e o desmembramento de municípios, a partir de então.

Estamos tentando falar com os Prefeitos de Vila Nova e Santa Margarida para saber sua opinião sobre esta possibilidade e o que pretendem para impedir. A reportagem apurou brevemente de que os dois municípios teriam arrecadação superior à receita e que portanto, os livraria disso, além de que lideranças políticas afirmam que a proposta talvez não passe. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 06/11/2019 09h45 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: