08 novembro 2019

Pontes do Pedroso praticamente podres e deterioradas

Pontes do Pedroso estão no limite de segurança, em péssimo estado. Será preciso uma tragédia para que o Governo do Estado faça algo? (foto enviada pela leitora Claudete Oliveira)
O vereador André Focaccia (PSD) expressou preocupação com o péssimo estado das pontes do Passo do Pedroso, próximo ao antigo balneário e que cruzam o Rio Vacacaí, na RS-630, que estão no limite e em estado de deterioração que preocupa. Além do parlamentar, uma leitora do site também manifestou sua preocupação.



As madeiras que formam a estrutura da Ponte estão completamente deterioradas. Ele informa que o DAER e o Governo do Estado estão conscientes do risco e que se nada for feito, a responsabilidade é deles.


As pontes também tem sido constantemente danificadas pelas inundações do rio, que chegaram a cinco neste ano. Trazemos as imagens para que o alerta seja feito. Será preciso uma tragédia para que seja feito algo?

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 08/11/2019 09h46 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.