Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Governo gaúcho recua e IPVA 2020 volta a ser parcelado

Acompanhe nossa cobertura sobre a guerra ao coronavírus

Agora em São Gabriel, preço e qualidade no mesmo lugar - Posto JP Santa Lúcia

Chega de pagar caro na conta de luz - Vá de Ecotec Energy

La Belle - Para mulheres de bom gosto

Supermercado Bromberger - O gigante dos preços baixos em São Gabriel!

Participe da promoção "De Malas Prontas" da Dismabe Superauto e ganhe um vale-viagem!

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel Previna-se com o Fisk - Wash your hands

Ichthus Sabores - Seu mais novo delivery em São Gabriel

Promoção Urbano 60 anos - 1 milhão em prêmios

Compre no Comércio local - Uma campanha CDL e ACI São Gabriel

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Previna-se contra o novo coronavírus - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Sicredi Pampa Gaúcho - proteja-se de golpes

Studio H de Mana, em novo endereço

Chiabotto Lanches - a nova opção de lanches para a comunidade gabrielense

Governo gaúcho recua e IPVA 2020 volta a ser parcelado

Após pressões e críticas, Governo Leite recua e mantém cobrança de IPVA como antes para 2020 (foto arquivo C7)
Com informações de GaúchaZH

Não durou 24h a decisão de cobrar o IPVA 2020 em período único. O Governador do Estado, Eduardo Leite, voltou atrás na decisão de cobrança do imposto em um período único, e este pode ser pago novamente de forma parcelada, mantendo o mesmo formato aplicado pela Secretaria da Fazenda em 2019. A informação foi comunicada em reunião com deputados da base aliada na manhã desta terça-feira (5) no Palácio Piratini.



Conforme relatos de participantes, os aliados chegaram no local do encontro demonstrando insatisfação com as medidas do governo que haviam sido anunciadas sem comunicação prévia à base, turbinadas pela insatisfação expressa pelos gaúchos nas redes sociais. "Falhei pessoalmente ao observar a repercussão política que teria uma medida como essa", disse o governador Leite. A pressão foi avassaladora e o Governo teve de recuar.


Pesou para a decisão a repercussão negativa entre diferentes setores, desde o comércio até os contribuintes, incluindo o descontentamento de partidos aliados por não terem sido consultados sobre a definição sobre o pagamento em cota única. Setores da economia gaúcha afirmaram que a antecipação do calendário de pagamento traria um impacto negativo nas vendas de final de ano, visto que os gaúchos teriam que deixar de comprar para reunir dinheiro para pagar o IPVA. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 05/11/2019 09h56 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: