05 novembro 2019

Governo gaúcho recua e IPVA 2020 volta a ser parcelado

Após pressões e críticas, Governo Leite recua e mantém cobrança de IPVA como antes para 2020 (foto arquivo C7)
Com informações de GaúchaZH

Não durou 24h a decisão de cobrar o IPVA 2020 em período único. O Governador do Estado, Eduardo Leite, voltou atrás na decisão de cobrança do imposto em um período único, e este pode ser pago novamente de forma parcelada, mantendo o mesmo formato aplicado pela Secretaria da Fazenda em 2019. A informação foi comunicada em reunião com deputados da base aliada na manhã desta terça-feira (5) no Palácio Piratini.



Conforme relatos de participantes, os aliados chegaram no local do encontro demonstrando insatisfação com as medidas do governo que haviam sido anunciadas sem comunicação prévia à base, turbinadas pela insatisfação expressa pelos gaúchos nas redes sociais. "Falhei pessoalmente ao observar a repercussão política que teria uma medida como essa", disse o governador Leite. A pressão foi avassaladora e o Governo teve de recuar.


Pesou para a decisão a repercussão negativa entre diferentes setores, desde o comércio até os contribuintes, incluindo o descontentamento de partidos aliados por não terem sido consultados sobre a definição sobre o pagamento em cota única. Setores da economia gaúcha afirmaram que a antecipação do calendário de pagamento traria um impacto negativo nas vendas de final de ano, visto que os gaúchos teriam que deixar de comprar para reunir dinheiro para pagar o IPVA. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 05/11/2019 09h56 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.