26 novembro 2019

Emoção na despedida de policial militar morta em Sério

Emoção e pesar na despedida da policial militar Marciele Alves, morta atropelada por criminosos em Sério na segunda-feira. Ela foi sepultada em Cachoeira do Sul, cidade onde nasceu (foto Cacau Moraes/O Correio)
Cachoeira do Sul - Emoção forte na hora da despedida da policial militar Marciele Renata dos Santos Alves, 28 anos, morta por atropelamento cometido por criminosos de uma quadrilha que estava sendo perseguida pela Brigada Militar em Sério. O crime tirou mais uma vida de policial no cumprimento de dever e ela foi sepultada neste final de tarde no Cemitério Municipal de Cachoeira.



Ela tinha se formado como soldado em 2012, na cidade de Laejado e atuava na Força Tarefa de Santa Cruz do Sul. Na cerimônia de despedida, o comandante da Brigada Militar (BM) do Vale do Rio Pardo, coronel Valmir José dos Reis se emocionou. "Alguns partem com desonra, outros partem com honra e glória, é o caso da Marciele que parte no cumprimento do dever", diz.


Enquanto ela estava sendo sepultada, em várias cidades do Estado, inclusive em São Gabriel, colegas da Brigada Militar e Polícia Civil realizaram um "sirenaço" em homenagem à brigadiana morta de forma trágica. A morte aconteceu quando criminosos que realizavam uma série de roubos de caminhonetas na região de Venâncio Aires estavam sendo encurralados e na fuga, Marciele foi atropelada e acabou morrendo no Hospital de Sério. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações do site O Correio 
Data: 26/11/2019 18h43 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.