Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Audiência Pública ouve mazelas da comunidade com problemas na telefonia móvel

Ofertaço Grazziotin - de 16 a 20 de outubro

O Poder da Clareza - 17 de outubro em São Gabriel

Inauguração da filial Porto Lanches na quinta, 10 de outubro

12 de outubro - Dia de Nossa Senhora Aparecida - lembrança do Colégio Perpétuo Socorro

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça inglês e espanhol no Fisk - matrículas abertas

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Renegocie suas dívidas judiciais com a Prefeitura com o REFIS Judicial

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Máquina de cartões Sicredi - a máquina que vem com um parceiro de negócios

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Curso para o Concurso de Vila Nova do Sul é no Aurora Concursos

Audiência Pública ouve mazelas da comunidade com problemas na telefonia móvel

Audiência Pública realizada pelo Legislativo na manhã desta quarta-feira ouviu a comunidade sobre problemas na qualidade do sinal de telefonia celular em São Gabriel
Na manhã desta quarta-feira, 7 de agosto, uma Audiência Pública realizada pela Câmara de Vereadores de São Gabriel rendeu muito assunto que mesmo com a modernidade, não foi sanado pelas empresas de telefonia celular. O tema foram as falhas de cobertura da telefonia móvel no interior do município e em alguns bairros da zona urbana, onde os gabrielenses apresentaram queixas de estar sem sinal para comunicação.


Audiência teve a presença de demais vereadores, autoridades e entidades convidadas

Moradores, em sua maioria do interior do município, relatam as dificuldades em ter sinal de telefone no interior
A audiência foi proposta pelo vereador Antônio Pedro de Brito Bertazzo (Pepeca Bertazzo, PDT), que recebe diariamente queixas de moradores do interior e até mesmo de bairros e vilas que sofrem com a má qualidade do sinal de telefonia móvel. "Tem moradores que precisam de contato, precisam de algo urgente e por vezes, o sinal da telefonia móvel está disponível em horários inadequados", frisou Pepeca. Não somente produtores rurais, mas as escolas do campo acabam prejudicadas por isso também.


Estima-se que cerca de 4 mil pessoas estejam sem sinal de celular no interior e por muitas vezes, acabam adquirindo aparelhos mas o problema continua. Relatos dos moradores das zonas urbanas e rural do município foram colhidos para serem enviados em documentos às operadoras de telefonia celular. Participaram da reunião os vereadores Caco do Beira-Rio (independente), Éder Strieder Barboza (PT), Flavia Batista e Márllon Maciel (Progressistas), o presidente do Legislativo Adão Santana (PTB), o Diretor das Escolas do Campo, Eduardo Pastorio e o presidente da UAMOSG, João Custódio Iturbide, além dos moradores do interior do município e convidados.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 07/08/2019 19h08 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: