20 maio 2019

Mortandade de abelhas preocupa apicultores no Sul do Brasil

Mortandade de abelhas está sendo causada por defensivos agrícolas e está sendo acentuada em quatro estados do país, entre eles o Rio Grande do Sul (foto reprodução/Fantástico)
Neste domingo, 19 de maio, o Fantástico abordou a queda e mortandade da população de abelhas nos últimos tempos e que estaria sendo mais frequente em quatro Estados do País, entre eles o Rio Grande do Sul. O motivo das mortes das abelhas seria o uso de agrotóxicos no plantio de soja que contém fipronil e neonicotinóides.



A reportagem relata o que está causando a morte das abelhas, que já chegaria a 30% da sua população - um total de mais de 400 milhões de abelhas mortas, segundo a Associação Gaúcha de Apicultores - e as medidas que estão sendo tomadas pelas entidades do setor, além de produtores que estão equilibrando a questão, não utilizando agrotóxicos.

O Presidente da Federação Apícola do RS e da Cooperativa Apícola do Pampa Gaúcho (Cooapampa), Aldo Machado dos Santos, foi entrevistado, onde informa que está entrando em contato com produtores para reduzir o uso de defensivos agrícolas que venham a causar a morte das abelhas. Confira a reportagem veiculada na noite de domingo, no Fantástico:



Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 20/05/2019 09h39
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário: