22 abril 2019

Procissão de São Jorge será nesta terça-feira em São Gabriel

Procissão de São Jorge realizada em São Gabriel acontecerá nesta terça-feira à noite, a partir das 20h30 (foto arquivo C7)
A tradicional Procissão de São Jorge, realizada sempre no dia 23 de abril, data dedicada ao santo/orixá, está mais uma vez confirmada para esta terça-feira, 23 de abril, a partir das 20h30, com saída e realização do Centro de Umbanda Cabana do Pai Xangô e Oxum e Ilê Asé de Sangó e Osalá (Rua Barão do Cambaí, 1548). O evento atrai um grande público para prestar homenagens ao santo guerreiro.



A procissão sairá da sede do Centro, que fica na Barão do Cambaí (abaixo da Escola Carlota) e percorrerá as principais ruas da cidade com a imagem do santo guerreiro, até retornar ao local de origem. A partir das 22 horas, homenagens são previstas para serem realizadas. O evento faz parte do calendário oficial do município desde 2015. A comunidade está convidada para participar.

Origem da crença
Segundo a história, São Jorge foi um soldado romano que serviu ao imperador Diocleciano, e que virou padre e mártir cristão. Ele teria nascido na Capadócia (Turquia), e quando o imperador ordenou a morte de cristãos, ele se negou por ter se convertido ao catolicismo, sendo torturado até a morte.

A lenda do cavaleiro contra o dragão - e a imagem que representa o santo oficialmente - surgiu de histórias das Cruzadas, quando após se tornar adulto e participar de batalhas contra os sarracenos, ele partiu para a cidade de Syélen, na Líbia. Lá, um eremita relatou que um dragão estava assolando a região, sendo que para se acalmar, jovens mulheres eram oferecidas para sacrifício.

Só havia restado uma jovem: Sabra, a filha do rei, que seria sacrificada ao dragão ou dada em casamento ao valente que matasse a besta. E foi o que aconteceu, Jorge matou o dragão com sua lança e salva Sabra, se tornando esposo dela.

Na Umbanda, São Jorge é Ogum e tem relação com a lua, onde suas manchas vistas da Terra aparentam ser São Jorge matando o dragão em noite de lua cheia. Pela mitologia iorubá, Ogum é o orixá ferreiro, senhor do ferro, da guerra, da agricultura e da tecnologia, considerado um dos mais poderosos orixás. A cultura é mais constante no Rio Grande do Sul e no Rio de Janeiro, além da Bahia, mas lá é sincretizado com Santo Antônio.


É padroeiro das nações de Portugal e Inglaterra, da cidade de Moscou, o estado e a cidade do Rio de Janeiro e da província da Catalunha, na Espanha. Em São Gabriel, a atividade é realizada todos os anos, e é a principal em homenagem ao santo/orixá, sendo também evento oficial do município.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 22/04/2019 10h39
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.