Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Música brasileira perde Beth Carvalho

Aproveite o Panelaço Farroupilha da Tottal Casa & Conforto, de 16 a 22 de setembro

Prestigie o 45º Remate da Cabanha Santa Maria, em 7 de outubro, durante a 85ª Expofeira de São Gabriel

Dia 6 de outubro - a festa mais colorida do ano em rosário do Sul - Glow in the Dark 2

Festejos Farroupilhas de São Gabriel - confira a programação

Dia 19 de setembro, Fandango Tradicional do CTG Tarumã - animação com Garotos de Ouro

Faça o seu UnimedCARD, menos de 30 centavos por dia!

Setembro, mês da bíblia - Colégio Perpétuo Socorro

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça inglês e espanhol no Fisk - matrículas abertas

Tchê Burger - Vai um tchê aí? Seu novo delivery de lanches em São Gabriel

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Renegocie suas dívidas judiciais com a Prefeitura com o REFIS Judicial

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Máquina de cartões Sicredi - a máquina que vem com um parceiro de negócios

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Gás Querência - promoção apenas 75 reais o botijão, no dinheiro

Música brasileira perde Beth Carvalho

Cantora e sambista Beth Carvalho morreu nesta terça-feira no Rio aos 72 anos (foto Washington Possato/Divulgação)
Morreu nesta terça-feira, 30 de abril, aos 72 anos, a cantora e sambista Beth Carvalho. Ela estava internada há dois meses no Hospital Pró-Cardíaco em Botafogo, no Rio de Janeiro e a causa da morte foi infecção generalizada. Beth faleceu por volta das 17h33 desta terça e era considerada a "Madrinha do Samba".



Ela tinha mais de 50 anos de carreira, dezenas de discos gravados e sucessos como "Andança" e "Coisinha do pai", Beth Carvalho era considerada madrinha de artistas como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz e Jorge Aragão – daí o apelido.


Beth vinha sofrendo problemas de saúde relacionados à coluna vertebral, inclusive tendo que se apresentar sentada ou deitada, mas não parava de cantar. Compôs vários sucessos do samba que foram tão populares que até "Coisinha do pai" foi uma das músicas enviadas em equipamentos da NASA para o planeta Marte. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro / Fonte: G1 
Data: 30/04/2019 19h40 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: