Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Música brasileira perde Beth Carvalho

2ª Turma do Curso Preparatório para Vila Nova do Sul com a Aurora Cursos, clique aqui para saber mais

Dias 31/01, 1º e 2/02 - 2ª Festa da Cordeira e 1º Cordeiraço da Canção Nativa em Santa Margarida do Sul - prestigie!

Dia 1º de fevereiro, 9º Baile de Integração das Comunidades do Interior, nas Pontas do Salso

22-02-2020 Prestigie o Carnaval da Despertar, na Seven! Baile com Tudo di Bom. Clique aqui para mais info

Se inscreva no Vestibular de Verão da Urcamp - provas com agendamento diário

Dotto Advocacia - Cível, criminal, trabalhista, trânsito - clique aqui para entrar no site

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Matricule-se no Fisk e ganhe um presente!

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Pague o IPTU 2020 em São Gabriel e tenha descontos até 10 de fevereiro!

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Inscreva-se no Valor S do Sicredi Pampa Gaúcho

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Música brasileira perde Beth Carvalho

Cantora e sambista Beth Carvalho morreu nesta terça-feira no Rio aos 72 anos (foto Washington Possato/Divulgação)
Morreu nesta terça-feira, 30 de abril, aos 72 anos, a cantora e sambista Beth Carvalho. Ela estava internada há dois meses no Hospital Pró-Cardíaco em Botafogo, no Rio de Janeiro e a causa da morte foi infecção generalizada. Beth faleceu por volta das 17h33 desta terça e era considerada a "Madrinha do Samba".



Ela tinha mais de 50 anos de carreira, dezenas de discos gravados e sucessos como "Andança" e "Coisinha do pai", Beth Carvalho era considerada madrinha de artistas como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz e Jorge Aragão – daí o apelido.


Beth vinha sofrendo problemas de saúde relacionados à coluna vertebral, inclusive tendo que se apresentar sentada ou deitada, mas não parava de cantar. Compôs vários sucessos do samba que foram tão populares que até "Coisinha do pai" foi uma das músicas enviadas em equipamentos da NASA para o planeta Marte. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro / Fonte: G1 
Data: 30/04/2019 19h40 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: