Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Queda de helicóptero mata jornalista Ricardo Boechat

Acompanhe nossa cobertura sobre a guerra ao coronavírus

Para matar sua fome, pede uma Baita Pizza em São Gabriel! Clique aqui e saiba mais!

Supermercado Bromberger - O gigante dos preços baixos em São Gabriel!

Participe da promoção "De Malas Prontas" da Dismabe Superauto e ganhe um vale-viagem!

Dia 22 de março - Dia Mundial da Água

Conheça o novo endereço da Pohlmann Móveis em Madeira e Decoração

Se inscreva no Vestibular de Verão da Urcamp - provas com agendamento diário

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Matricule-se no Fisk e ganhe um presente!

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Previna-se contra o novo coronavírus - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Se proteja do Coronavírus com as dicas do Sicredi

Studio H de Mana, em novo endereço

Queda de helicóptero mata jornalista Ricardo Boechat

Ricardo Boechat morreu nesta segunda-feira, em queda de helicóptero que vinha de Campinas para São Paulo (foto reprodução/Band)
O jornalista do Grupo Bandeirantes, Ricardo Boechat, foi morto em um acidente de helicóptero aos 66 anos nesta segunda-feira, 11 de fevereiro. Boechat, que era âncora da TV Bandeirantes e da Rádio BandNews, vinha de uma palestra dada em Campinas quando o helicóptero em que estava caiu na Via Anhanguera, no chamado Rodoanel e pegou fogo, por volta do meio-dia.


Com ele, morreu também o piloto Ricardo Quattrucci. A aeronave caiu na via e atingiu um caminhão com placas de Caxias do Sul, na parte dianteira, que passava na hora. O motorista foi identificado como João Adroaldo Tomanchesk, 50 anos, que sofreu ferimentos leves. Boechat deu uma palestra a representantes da indústria farmacêutica em Campinas, no interior do estado, na manhã desta segunda e retornava a São Paulo por volta das 12h. Ele deveria pousar no heliponto da Band, no Morumbi, Zona Sul da capital paulista.

O jornalista era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM e colunista da revista IstoÉ. Ele também trabalhou nos jornais “O Globo”, “O Dia”, “O Estado de S. Paulo” e “Jornal do Brasil” e foi comentarista no Bom Dia Brasil, da TV Globo, na década de 1990. Ele ganhou três vezes o Prêmio Esso, um dos principais do jornalismo brasileiro, entre outros prêmios. Era um dos mais admirados por colegas, leitores e ouvintes. Tinha personalidade forte e opinião firme.

Ele tinha feito um comentário sobre as tragédias consecutivas no País para a Rádio BandNews na manhã de segunda-feira e por triste coincidência, se despede em uma tragédia. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 11/02/2019 15h02
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: