Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Pagamento do 13º do Bolsa Família pode injetar mais de 450 mil na economia gabrielense

volta as aulas perpétuo

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Volta às Aulas da Grazziotin, aproveite e parcele em até 10x no nosso cartão

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

19 de janeiro, Vestibular Unopar 2019. Inscreva-se!

Invista no primeiro shopping center de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Anúncio Sicredi novo

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Pague o IPTU em cota única e ganhe descontos! Até 11 de fevereiro

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Conheça a KJ Contabilidade Consultiva e saiba mais como fazer contabilidade com eficiência

Pagamento do 13º do Bolsa Família pode injetar mais de 450 mil na economia gabrielense

Em São Gabriel, mais de 3300 famílias recebem o benefício e podem ser favorecidas com o pagamento de benefício extra em dezembro (foto MDS/Divulgação)
Desde que o Governo de Jair Bolsonaro assumiu, aos poucos, planos estão sendo colcados em prática pela sua gestão. Um deles é instituir o pagamento do 13º benefício para o Bolsa Família para quem integra o programa, o que vem sendo dito pelo Ministério da Cidadania, Osmar Terra. Em São Gabriel, segundo dados repassados pelo Coordenador do programa, Carlos Lannes (Maneco), no último mês de dezembro, R$ 451.269,00 foram pagos aos beneficiários, e este valor pode ser dobrado no final do ano caso o benefício receba um 13º salário.



Maneco informou que atualmente, estão inseridas 8.761 famílias no Cadastro Único e beneficiadas pelo Programa Bolsa Família, 3.340 famílias, o que representa 12,53% da população gabrielense. O valor médio do benefício é de R$ 135,11 por família e com base nesse possível novo depósito, em torno de 450 mil serão injetados na economia local.

Além desses valores, existe o benefício assistencial ao idoso e à pessoa com deficiência (BPC), que garante um salário mínimo mensal à pessoa com deficiência e ao idoso com 65 anos ou mais que comprove não possuir meios de prover a própria manutenção, nem de tê-la provida por sua família.


"O presidente (Bolsonaro) pediu isso, e vai ser cumprido. Com esse ajuste que se fez, saíram aqueles que não precisavam do programa, é mais fácil conseguir o recurso para o 13º também", disse o Ministro Osmar Terra à Agência Brasil. O Ministro-Chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, apresentou esta proposta como uma das 35 metas a serem cumpridas nos 100 primeiros dias de governo e é uma das propostas de campanha do presidente Jair Bolsonaro. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações da Prefeitura e Agência Brasil 
Data: 11/02/2019 20h29
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: