Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Pagamento do 13º do Bolsa Família pode injetar mais de 450 mil na economia gabrielense

12-05 Domingueira das Mães - CTG Querência Xucra

Penha de Troca da Patronagem - CTG Plácido de Castro - 25 de maio

Prestigie a reinauguração da Cremolatto em novo endereço no Calçadão de São Gabriel

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça sua Pós-Graduação na Unopar

Jogue Limpo com a sua Cidade - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Sicredi Pampa Gaúcho - Juntos geramos desenvolvimento para todos

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Pagamento do 13º do Bolsa Família pode injetar mais de 450 mil na economia gabrielense

Em São Gabriel, mais de 3300 famílias recebem o benefício e podem ser favorecidas com o pagamento de benefício extra em dezembro (foto MDS/Divulgação)
Desde que o Governo de Jair Bolsonaro assumiu, aos poucos, planos estão sendo colcados em prática pela sua gestão. Um deles é instituir o pagamento do 13º benefício para o Bolsa Família para quem integra o programa, o que vem sendo dito pelo Ministério da Cidadania, Osmar Terra. Em São Gabriel, segundo dados repassados pelo Coordenador do programa, Carlos Lannes (Maneco), no último mês de dezembro, R$ 451.269,00 foram pagos aos beneficiários, e este valor pode ser dobrado no final do ano caso o benefício receba um 13º salário.



Maneco informou que atualmente, estão inseridas 8.761 famílias no Cadastro Único e beneficiadas pelo Programa Bolsa Família, 3.340 famílias, o que representa 12,53% da população gabrielense. O valor médio do benefício é de R$ 135,11 por família e com base nesse possível novo depósito, em torno de 450 mil serão injetados na economia local.

Além desses valores, existe o benefício assistencial ao idoso e à pessoa com deficiência (BPC), que garante um salário mínimo mensal à pessoa com deficiência e ao idoso com 65 anos ou mais que comprove não possuir meios de prover a própria manutenção, nem de tê-la provida por sua família.


"O presidente (Bolsonaro) pediu isso, e vai ser cumprido. Com esse ajuste que se fez, saíram aqueles que não precisavam do programa, é mais fácil conseguir o recurso para o 13º também", disse o Ministro Osmar Terra à Agência Brasil. O Ministro-Chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, apresentou esta proposta como uma das 35 metas a serem cumpridas nos 100 primeiros dias de governo e é uma das propostas de campanha do presidente Jair Bolsonaro. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações da Prefeitura e Agência Brasil 
Data: 11/02/2019 20h29
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: