Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Paralisação de serviços em Uruguaiana afeta saúde em São Gabriel

05-12 Festa Final de Ano Lú Couros e Rafaela Weber - show com Sandro e Cícero

Ofertaço Grazziotin - de 16 a 20 de outubro

O Poder da Clareza - 17 de outubro em São Gabriel

Inauguração da filial Porto Lanches na quinta, 10 de outubro

12 de outubro - Dia de Nossa Senhora Aparecida - lembrança do Colégio Perpétuo Socorro

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça inglês e espanhol no Fisk - matrículas abertas

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Renegocie suas dívidas judiciais com a Prefeitura com o REFIS Judicial

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Poupança? É Sim, Sicredi - Aproveite para fazer a diferença em sua vida financeira

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Paralisação de serviços em Uruguaiana afeta saúde em São Gabriel

Santa Casa de Uruguaiana paralisa atividades por conta da crise econômica, o que afeta os atendimentos de saúde em São Gabriel. PA 24 horas, situado na Santa Casa daqui, registrou aumento de 25% nos atendimentos com saída dos médicos cubanos na rede municipal (foto arquivo C7)
A partir desta terça-feira (4), a Santa Casa de Caridade de Uruguaiana, que vive uma crise sem precedentes, paralisou várias atividades, o que afeta diretamente os trabalhos da saúde em São Gabriel. Cerca de 220 pacientes que são transportados para aquele município ficarão sem atendimento e a Secretaria da Saúde gabrielense busca alternativas para não paralisar o atendimento, mas isso são os reflexos da falta de pagamento do Governo do Estado aos hospitais, cujas dívidas chegam a mais de 500 milhões em repasses atrasados.



O assunto foi abordado no Jornal do Almoço de Santa Maria desta terça-feira. A Santa Casa uruguaianense está paralisando os serviços e cirurgias eletivas por falta de pagamentos e com isso, 160 pacientes na parte de oncologia (tratamento de câncer) e mais 60 que fazem tratamento para problemas cardíacos deixam de ser atendidos. O Secretário da Saúde, Ricardo Coirolo, salienta que uma alternativa está sendo buscada, mas lamenta a irresponsabilidade do Governo Estadual em não ter resolvido a situação e ter chegado a esse ponto, salienta.

Outra questão que afeta a saúde local também é a saída dos médicos cubanos do programa "Mais Médicos", que fizeram a procura por atendimento no Pronto Atendimento 24 Horas na Santa Casa de São Gabriel aumentar em 25%. Coirolo disse que dos treze médicos que foram anunciados, só dois deles assumiram e três desistiram de assumir. "Fomos informados da relação dos médicos selecionados, mas só dois deles assumiram e os outros, até agora não temos notícia, esperamos que venham a assumir até o final do prazo", informou o Secretário à RBS TV. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 04/12/2018 15h41
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: