Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Caso Uendel: autor dos disparos se apresenta à Polícia

Casa do Sofá, agora em novo endereço! Confira!

Dia 05-12 - Grande Festa Final de Ano com Sandro e Cícero, na Seven - Realização RW Saúde dos Cabelos e Lú Couros

Inauguração da filial Porto Lanches na quinta, 10 de outubro

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Matrículas abertas no Colégio Perpétuo Socorro para 2020!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça inglês e espanhol no Fisk - matrículas abertas

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Renegocie suas dívidas judiciais com a Prefeitura com o REFIS Judicial

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Poupança? É Sim, Sicredi - Aproveite para fazer a diferença em sua vida financeira

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Caso Uendel: autor dos disparos se apresenta à Polícia

Homem que atirou em Uendel Lacerda se apresentou à Delegacia na tarde desta terça-feira e Jair Brasil foi liberado do Presídio. Caso movimentou a segurança pública neste final de semana (foto arquivo C7)
* O proprietário do Star Club, Jair Brasil, foi solto por volta das 23 horas de terça-feira. 

Um homem de 66 anos foi identificado pela Polícia como o responsável pelos disparos de arma de fogo que mataram Uendel Rodrigues de Lacerda, 30 anos, no último sábado, 15 de dezembro, na Rua João Manoel. Segundo a Polícia, ele se apresentou à Delegacia nesta terça-feira. Ao mesmo tempo, o proprietário do clube deverá ser liberado, porque a investigação provou que ele não tinha envolvimento no crime.

Ele teria se envolvido na briga para defender o filho, que tinha se trancado com o administrador do Star Club, Carlos Arlan e uma mulher idosa em uma casa, para se refugiar do grupo que queria se vingar por um desentendimento ocorrido na madrugada de sábado no Star Club.

Apontado por supostas testemunhas como o autor dos disparos, o empresário Jair Brasil deverá ser liberado a qualquer momento após a investigação ter apontado que ele não tinha a ver com o caso, que tinha ido socorrer o administrador. As "testemunhas" deverão responder por denunciação caluniosa, afirmou o Delegado José Soares Bastos. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 18/12/2018 20h42
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: