12 novembro 2018

Rosário: Acidente acaba em morte na Avenida Coronel Sabino

Acidente aconteceu próximo ao meio-dia desta segunda, na Avenida Coronel Sabino. Luzardo foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos (foto divulgação)
Um acidente terminou na morte de um condutor de uma motocicleta Yamaha Neo 125, pouco antes do meio-dia desta segunda-feira (12) em Rosário do Sul. O acidente vitimou Luzardo Arigony, 34 anos. A moto que ele dirigia chocou-se de frente com um caminhão Mercedes-Benz na Avenida Coronel Sabino de Araújo, próximo ao Supermercado Righi.

Arigony chegou a ser socorrido e levado para a UTI do Hospital de Caridade Nossa Senhora Auxiliadora, mas não resistiu aos ferimentos e veio a falecer. Ele gerenciava a empresa Arigony Car e era bastante conhecido na cidade, era filho de Paulinho e Evelise Arigony. A Avenida registrou vários acidentes nos últimos anos, com vítimas fatais. À família, nossos sentimentos.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 12/11/2018 16h09 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.