Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Fim do Programa Mais Médicos afetará sistema de Saúde de São Gabriel

Colégio Perpétuo Socorro, 110 anos de história a serviço da educação

Papelaria Saldanha agora em novo endereço

Vem aí a CVC em São Gabriel, a partir de 3 de junho

Inaugura nesta quinta em São Gabriel Lojão dos 10 Reais

Prestigie o Jantar De Mãos Dadas, da Despertar e Voluntárias do Lar São João

Inscreva-se para o Vestibular de Inverno da Urcamp - aproveite as oportunidades

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça sua Pós-Graduação na Unopar

Jogue Limpo com a sua Cidade - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Sicredi Pampa Gaúcho - Juntos geramos desenvolvimento para todos

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Participe das aulas de musicalização com as Tolerantes

Fim do Programa Mais Médicos afetará sistema de Saúde de São Gabriel

Em reunião, Secretário Coirolo e médicos cubanos debateram situação gerada por retirada do Governo cubano do programa "Mais Médicos" (foto Amanda Hickmann/Comunicação PMSG)
Por força de uma decisão do Governo de Cuba, os mais de 8 mil médicos cubanos enviados ao país através da Organização de Saúde Pan-Americana, contratada do Programa Mais Médicos, deverão deixar o país até meados de 14 de dezembro. Até o prazo final, os médicos vinculados ao programa que atuam em São Gabriel continuarão trabalhando até a data-limite para se deslocar ao seu país de origem. O assunto foi tema de reunião entre o secretário municipal da Saúde, Ricardo Coirolo, e os médicos cubanos que atuam nas Unidades Básicas de Saúde e na Estratégia Saúde da Família dentro do Municípío.


Numa reunião marcada por muita emoção, o secretário se despediu dos médicos que terão que deixar o país, e colocou a infra-estrutura da Secretaria da Saúde à disposição dos profissionais, que tem uma série de embaraços legais para solucionar antes de voltar para Cuba, inclusive com multas rescisórias de aluguéis e outras questões. “A forma abrupta com que essa decisão foi tomada foi um choque pra nós, uma tristeza muito grande. Vocês (médicos cubanos) se prepararam para prestar este serviço por três anos, e agora terão de retornar às pressas. A população confia no atendimento que os senhores realizam, e pra mim, como médico e como gestor, fica uma frustração, porque os Municípios é que sairão prejudicados nessa guerra diplomática”, ressaltou.

Em São Gabriel, o Programa Mais Médicos mantém 17 profissionais, sendo 1 uruguaio, 2 brasileiros e todos os demais da República de Cuba. “Fomos acolhidos pelo povo dessa cidade. Eu sentia como se estivesse em casa, não sentia saudade de Cuba, porque parecia muito com a minha cidade. Nós queríamos continuar trabalhando, mas nossas famílias estão lá, precisamos retornar”, disse o médico Yasser Quintero. Muito emocionados, os médicos falaram sobre o carinho da população de São Gabriel.

A secretaria da Saúde já está trabalhando para que outros profissionais assumam os serviços que ficarão a descoberto pela saída dos cubanos. “Para ver o que será feito do Programa Mais Médicos, teremos que esperar as providências do novo governo federal, mas desde já estamos agindo. Sem dúvida, haverá um impacto. É uma notícia triste para São Gabriel e milhares de outros municípios”, destacou.

Reportagem: Comunuicação Social Prefeitura de SG
Data: 19/11/2018 17h00 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: