Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Há 30 anos, Senna conquistava o primeiro título na F1

Acompanhe nossa cobertura sobre a guerra ao coronavírus

Para matar sua fome, pede uma Baita Pizza em São Gabriel! Clique aqui e saiba mais!

Supermercado Bromberger - O gigante dos preços baixos em São Gabriel!

Participe da promoção "De Malas Prontas" da Dismabe Superauto e ganhe um vale-viagem!

Colégio Perpétuo Socorro contra o coronavírus

Conheça o novo endereço da Pohlmann Móveis em Madeira e Decoração

Se inscreva no Vestibular de Verão da Urcamp - provas com agendamento diário

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Matricule-se no Fisk e ganhe um presente!

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Previna-se contra o novo coronavírus - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Se proteja do Coronavírus com as dicas do Sicredi

Studio H de Mana, em novo endereço

Há 30 anos, Senna conquistava o primeiro título na F1

Após problemas na largada, Ayrton Senna fez corrida de recuperação, chegou na ponta, venceu GP do Japão e conquistou o título mundial da Fórmula 1 em 1988 (foto divulgação)
Nesta terça-feira, 30 de outubro, se completam 30 anos da primeira conquista do saudoso piloto Ayrton Senna da Silva na Fórmula 1. O piloto, que veio para a McLaren após temporadas na Toleman e Lotus, onde mostrou talento e arrojo com carros inferiores, precisava de apenas uma vitória para ser campeão mundial no GP do Japão daquele ano.



Senna tinha vencido sete corridas contra seis de Alain Prost, seu companheiro de equipe e rival na McLaren-Honda, que faturou as 14 etapas até então - na época, eram 16 corridas. Após um início nervoso, em que o motor engasgou na largada e ele perdeu posições até cair para 16º lugar, o brasileiro fez uma corrida espetacular de recuperação e chegou à ponta, vencendo e conquistando o primeiro título da carreira e o sexto do Brasil na Fórmula 1. Na época, a FISA, que era quem comandava o campeonato, aplicava o sistema de descartes na pontuação.

O País comemorou o título na madrugada daquele domingo, em um ano marcado pela aprovação da nova Constituição. Consolidava-se assim, um dos maiores esportistas do mundo, em trajetória interrompida prematuramente em 1994. Confira a última parte da corrida, com a transmissão da TV Globo e narração de Galvão Bueno:




Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 30/10/2018 10h00
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: