Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Operação Verdade II: Escolas sem feijões pretos

Casa do Sofá, agora em novo endereço! Confira!

Dia 05-12 - Grande Festa Final de Ano com Sandro e Cícero, na Seven - Realização RW Saúde dos Cabelos e Lú Couros

Inauguração da filial Porto Lanches na quinta, 10 de outubro

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Matrículas abertas no Colégio Perpétuo Socorro para 2020!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça inglês e espanhol no Fisk - matrículas abertas

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Renegocie suas dívidas judiciais com a Prefeitura com o REFIS Judicial

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Poupança? É Sim, Sicredi - Aproveite para fazer a diferença em sua vida financeira

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Operação Verdade II: Escolas sem feijões pretos

A pedido

Em ação de vistoria realizada no Almoxarifado da Secretaria Municipal de Educação destinado a merenda escolar o Agente Federal Marco Monteiro, Vereador em Santana do Livramento, deparou-se com 515 kg (quinhentos e quinze quilos) de Feijões pretos VENCIDOS dentro dos respectivos fardos utilizados para transporte. Um desperdício baixo se analisarmos o custo total do produto vencido, mas se formos analisar a questão das escolas municipais estarem SEM ESTOQUE DE FEIJÃO PRETO HÁ 2 MESES para ofertar para seus alunos, torna-se algo alarmante. Logo, o Vereador questionará a FALTA DE PLANEJAMENTO pelos responsáveis pela merenda escolar.

Cabe ressaltar que no dia 25, segunda-feira passada, o Vereador foi acionado pela comissão de recebimento da Secretaria Municipal de Educação, juntamente com o Secretário Geral de Governo, pois estaria chegando uma entrega de alimentos para ser realizada no almoxarifado. No entanto, o caminhoneiro do veículo não possuía a nota fiscal e a cópia do empenho, itens imprescindíveis para poder efetuar o recebimento da mercadoria.

Questionado, o motorista alegou ser um prática rotineira acordada entre ele e a comissão de recebimento anterior, o envio da nota fiscal posteriormente a entrega. Fato que será questionado pelo Vereador. Dentre os produtos a serem entregues, estava o feijão preto. Logo, sem o atendimento dos procedimentos padrões, a comissão não pode receber a entrega.
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: