Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Lei que beneficia desenvolvimento de microcervejarias artesanais gabrielenses é aprovada

Vem aí a 2ª edição do Feirão de Fraldas da Drogaria Cidade, 29 de março em todas as filiais

More com conforto no Hotel Obino de São Gabriel. Saiba mais!

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

19 de janeiro, Vestibular Unopar 2019. Inscreva-se!

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Anúncio Sicredi novo

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Assembleia Sicredi - site Caderno7

Lei que beneficia desenvolvimento de microcervejarias artesanais gabrielenses é aprovada

(foto ilustrativa)
Um passo importante para o desenvolvimento em São Gabriel de um setor que cresce na economia gaúcha foi dado hoje. Um projeto de lei construído em parceria dos vereadores Antônio Pedro de Brito Bertazzo (Pepeca, PDT) e Evaristo de Oliveira Guedes (PPS), foi aprovado nesta quinta-feira (21) na Cãmara de Vereadores o Projeto de Lei nº 66/2018, que regulamenta e incentiva o desenvolvimento de microcervejarias artesanais no município.


O projeto, elaborado pelos vereadores e suas assessorias, foi construído em entendimento com os proprietários das microcervejarias e estabelece normas para o funcionamento e também o incentivo ao setor. "Dessa forma, diminuímos a apostasia que recai sob as alternativas de empreendimentos do setor industrial privado e o ramo microcervejeiro vem sendo aposta dos novos empresários, fomentando assim possibilidades de emprego e renda além de oportunidades de atuação e promovendo o município", justificou Bertazzo.

A futura lei, efetivada em conjunto pelos vereadores Bertazzo e Evaristo, foi aprovada e agora segue para sanção do Prefeito Rossano Gonçalves. Com a lei, as microcervejarias podem ser registradas junto aos órgãos competentes. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 21/06/2018 18h36
Contato: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: