Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Prefeito pede retirada de projeto que solicitava revisão de salários

Dias 31/01, 1º e 2/02 - 2ª Festa da Cordeira e 1º Cordeiraço da Canção Nativa em Santa Margarida do Sul - prestigie!

Dia 1º de fevereiro, 9º Baile de Integração das Comunidades do Interior, nas Pontas do Salso

22-02-2020 Prestigie o Carnaval da Despertar, na Seven! Baile com Tudo di Bom. Clique aqui para mais info

Se inscreva no Vestibular de Verão da Urcamp - provas com agendamento diário

Dotto Advocacia - Cível, criminal, trabalhista, trânsito - clique aqui para entrar no site

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Matricule-se no Fisk e ganhe um presente!

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Pague o IPTU 2020 em São Gabriel e tenha descontos até 10 de fevereiro!

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Inscreva-se no Valor S do Sicredi Pampa Gaúcho

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Prefeito pede retirada de projeto que solicitava revisão de salários

Prefeitura solicitou retirada de projeto que reajustaria em 2,27% os salários do Prefeito, Vice e Secretários, conforme previsto em lei (foto arquivo C7)
Na sessão desta quinta-feira (17) do Legislativo gabrielense, iria cumprir a segunda pauta o Projeto de Lei 52/2018, que concederia revisão monetária aos subsídios do Prefeito, Vice-prefeito e Secretários Municipais em 2,27%. Mas devido à polêmicas surgidas na comunidade, o Prefeito Rossano Gonçalves solicitou a retirada do projeto, conforme informou o jornalista Guido Ávila em seu Facebook.


A revisão anual seguia o § 2º, art. 1º, da Lei Ordinária n.º 3.791/2016 e contemplaria o período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2017, com base no índice IPC-FIPE acumulado, o que totalizou o índice de 2.27% (dois inteiros e vinte e sete centésimos por cento). Talvez por questão estratégica, o Prefeito tenha retirado o projeto de votação, visto que ele gerou manifestações mais enérgicas de vereadores da oposição. Mas como disse o colega Guido Ávila, a questão deveria ter um debate mais aprofundado a respeito.

A reportagem apurou que segundo a Transparência Municipal, os vencimentos (sem descontos) do Prefeito são de R$ 18.855,00; do Vice-Prefeito, de R$ 9,741,93 e de Secretários, R$ 8.799,00. Com o reajuste de 2,27%, os valores ficariam de R$ 19.283,00; R$ 9.963,07 e R$ 8.998,73. Respectivamente, seria um aumento de R$ 428; R$ 221,14 e de 199,73. Um aumento a certo ponto irrisório perto do alarde que foi feito. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 17/05/2018 20h34
Contato: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: