Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Por pressão familiar, Joaquim Barbosa não será candidato à presidência

2ª Turma do Curso Preparatório para Vila Nova do Sul com a Aurora Cursos, clique aqui para saber mais

Dias 31/01, 1º e 2/02 - 2ª Festa da Cordeira e 1º Cordeiraço da Canção Nativa em Santa Margarida do Sul - prestigie!

Dia 1º de fevereiro, 9º Baile de Integração das Comunidades do Interior, nas Pontas do Salso

22-02-2020 Prestigie o Carnaval da Despertar, na Seven! Baile com Tudo di Bom. Clique aqui para mais info

Se inscreva no Vestibular de Verão da Urcamp - provas com agendamento diário

Dotto Advocacia - Cível, criminal, trabalhista, trânsito - clique aqui para entrar no site

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Matricule-se no Fisk e ganhe um presente!

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Pague o IPTU 2020 em São Gabriel e tenha descontos até 10 de fevereiro!

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Inscreva-se no Valor S do Sicredi Pampa Gaúcho

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Por pressão familiar, Joaquim Barbosa não será candidato à presidência

Joaquim Barbosa anunciou que não será candidato à presidência, alegando pressão da família para não ingressar na política (foto Fellipe Sampaio/SCO/STF)
O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, anunciou que não é candidato à presidência nas eleições deste ano. A decisão foi anunciada pelas suas redes sociais e segundo fontes da imprensa nacional, ele argumentou que um dos motivos é a pressão feita pela família. Barbosa também alegou que temia deixar a vida tranquila para enfrentar a exposição pública de uma campanha eleitoral.


A decisão praticamente "quebrou as pernas" do Partido Socialista Brasileiro (PSB), partido que já ensaiava a sua candidatura após Barbosa aparecer bem colocado nas pesquisas, com 10% de intenções de voto. Joaquim também não vinha sentindo firmeza dentro do próprio partido, que convive com três correntes internas: aquela que quer apoiar o PT, o grupo ligado a Geraldo Alckmin (PSDB) e outro grupo que defende a aliança com Ciro Gomes (PDT).

Este bom desempenho tinha até pacificado o partido internamente e as principais lideranças estavam dispostas a apoiar a candidatura de Barbosa. Porém, com essa decisão, o PSB ficou "sem pai nem mãe" e agora terá que tomar um rumo para as eleições de 2018. A legenda está sem um nome forte desde a morte de Eduardo Campos, em um acidente aéreo até hoje não esclarecido.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 08/05/2018 14h32
Contato: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: