Inscreva-se para o vestibular da Unopar

Vem aí o Ofertaço Grazziotin em São Gabriel

Venha conhecer o Lojão São Gabriel na Praça Fernando Abbott

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Anúncio Sicredi novo

Oficina de Costura

Rádio RBC FM - A emissora da comunidade

Chega de pagar caro na sua conta de luz. Ecotec Energy

Podia ter terminado em tragédia: ciclista sofre acidente na ponte da RS-630

Ponte, que teve reparo parcial ao contrário do que era esperado, teve acidente envolvendo ciclista neste domingo devido a vãos nas madeiras. Ação de colegas e ajuda de motorista foram determinantes para socorro de vítima. Até quando? (foto arquivo C7)
Os reparos da ponte provisória da RS-630 não se mostraram suficientes, onde ainda existe madeiramento em péssimas condições, apesar dos insistentes pedidos. E com essas falhas, um acidente grave aconteceu no último domingo (13), envolvendo o professor de Educação Física, instrutor de trânsito, fotógrafo e ciclista Giovani Vieira (Sopa), quando ele saía para pedalar na região com colegas do grupo Os Lobizas, e se não fossem os equipamentos de proteção, poderia ter acabado em tragédia. O pneu da bicicleta acabou entrando em um dos vãos das madeiras do local e ele veio a cair.


Giovani nos informa que ele saiu na manhã de domingo com o grupo formado por seis ciclistas, para pedalar até o interior e fazer fotos, quando na ponte de ferro da Santa Clara, o pneu da bicicleta caiu em um dos vãos e ele não conseguiu se recuperar, vindo a cair e bater o rosto e a cabeça. "Caí, bati o rosto e a cabeça (protegida pelo capacete) machuquei os olhos em função dos oculos de proteção (imagina sem eles) nas guarda de ferro da ponte, perdi a consciência e tive convulsões. Até que cruzou um veículo e meus companheiros me levaram ao hospital desacordado", relatou. Eles tiveram a ajuda de um motorista que cruzava pelo local na hora.

Ele foi levado à Santa Casa, onde foi bem atendido e medicado, ficando fora de perigo, mas ele alerta para que algo seja feito antes que outro acidente ocorra e termine em tragédia. "Vou tomar providências para que isso mude, porque trabalhadores, desportistas e crianças cruzam por ela", salientando que graças aos colegas de pedal, ele pode ser atendido e salvo. Giovani ficou com ferimentos no rosto devido ao choque, o que poderia ter sido pior se não fossem os equipamentos.

A troca das madeiras feita pelo DAER foi considerada parcial - não foi na sua totalidade - e o risco de alguém se acidentar continua persistente. Vai se esperar morrer alguém para se tomar uma providência?

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 15/05/2018 09h32
Contato: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: