Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: São Gabriel "no limite" em estoques de gás de cozinha

Acompanhe nossa cobertura sobre a guerra ao coronavírus

Agora em São Gabriel, preço e qualidade no mesmo lugar - Posto JP Santa Lúcia

Chega de pagar caro na conta de luz - Vá de Ecotec Energy

La Belle - Para mulheres de bom gosto

Supermercado Bromberger - O gigante dos preços baixos em São Gabriel!

Participe da promoção "De Malas Prontas" da Dismabe Superauto e ganhe um vale-viagem!

Hospede-se na Rede de Hotéis Suárez, um hotel sempre perto de você! CLIQUE AQUI PRA FAZER SUA RESERVA

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel Previna-se com o Fisk - Wash your hands

Ichthus Sabores - Seu mais novo delivery em São Gabriel

Promoção Urbano 60 anos - 1 milhão em prêmios

Compre no Comércio local - Uma campanha CDL e ACI São Gabriel

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Previna-se contra o novo coronavírus - Prefeitura de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Sicredi Pampa Gaúcho - proteja-se de golpes

Studio H de Mana, em novo endereço

Chiabotto Lanches - a nova opção de lanches para a comunidade gabrielense

São Gabriel "no limite" em estoques de gás de cozinha


Falta do produto ainda não atinge o município por enquanto

Nos últimos meses, as revendas de gás na Região Sul estão tensas com a escassez do gás de cozinha para revenda. Por algum motivo até agora não explicado, a Petrobrás está com estoques abaixo do ideal e as revendedoras estão "de cabelo em pé" com o desabastecimento. Em São Gabriel, a situação ainda está sob controle, mas no limite, com estoques abaixo do necessário, afirma o empresário Luiz Carlos Venturini Dotto, da Trevo Gás.



Dotto informa que de cada carga, as distribuidoras recebem menos do que o ideal para venda. "Mesmo estando com os estoques 'zerados', ainda não há risco de desabastecimento. Estamos trabalhando no limite do estoque, mas por enquanto, não há motivo para preocupações", afirmou.

Dotto afirmou ainda que a Petrobrás até agora, não explicou os motivos do desabastecimento, o que é considerado um mistério na Região Sul. Já há cidades em que o produto está em falta, o que faz as distribuidoras correrem à Refinaria Alberto Pasqualini, em Canoas, para garantir os estoques restantes.

Em nota, a Associação Brasileira dos Revendedores de GLP (ASMIRG-BR) destaca que o fechamento de um terminal em São Paulo é um dos motivos para o possível desabastecimento de gás de cozinha no país. Outra explicação para o problema seria a falta de matéria-prima para fazer o GLP, cujos principais componentes são os gases butano e propano.

Segundo afirmação de um grande revendedor do Rio Grande do Sul à imprensa da capital, distribuidoras afirmam que a Petrobras vendeu parte do propano que usaria para fazer o gás de cozinha, o que estaria provocando a falta do produto no Estado e em outras partes do país. A previsão é de que a situação possa se normalizar em agosto.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 05/07/2017 14h04 
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: