05 junho 2017

Criminosos tentam golpe do "falso sequestro" em São Gabriel


Uma mulher de 47 anos quase foi vítima de um dos golpes mais ardilosos que causa apreensão e medo em muitas famílias no Estado e País. O caso aconteceu na última quinta-feira (1º), onde por volta das 16 horas, a mulher recebeu a ligação de um número restrito, onde o criminoso disse que tinha assaltado e sequestrado seu filho e exigia R$ 10 mil de resgate.



O criminoso dizia que estava em poder de seu filho, que reside em outra cidade e que ele iria "matá-lo por ter reagido e baleado um comparsa". Um outro filho da vítima ligou para seu irmão e conseguiu a comprovação de que ele estava bem e que era uma tentativa de golpe, desligando o telefonema. O golpe foi tentado também com uma filha da vítima.

O fato foi registrado na DP local. A Polícia recomenda que no caso deste golpe ocorrer, que busque manter a calma e certifique se o familiar está bem, além de registrar ocorrência.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 05/06/2017 21h45
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.