Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Há 32 anos, Nelson Xavier esteve em São Gabriel

05-12 Festa Final de Ano Lú Couros e Rafaela Weber - show com Sandro e Cícero

Ofertaço Grazziotin - de 16 a 20 de outubro

O Poder da Clareza - 17 de outubro em São Gabriel

Inauguração da filial Porto Lanches na quinta, 10 de outubro

12 de outubro - Dia de Nossa Senhora Aparecida - lembrança do Colégio Perpétuo Socorro

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

Faça inglês e espanhol no Fisk - matrículas abertas

Garupa São Gabriel - Tá aqui do lado

Renegocie suas dívidas judiciais com a Prefeitura com o REFIS Judicial

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Máquina de cartões Sicredi - a máquina que vem com um parceiro de negócios

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Dra. Marcele Camponogara - Odontologia e Estética

Studio H de Mana, venha conhecer

Curso para o Concurso de Vila Nova do Sul é no Aurora Concursos

Há 32 anos, Nelson Xavier esteve em São Gabriel

Nelson Xavier esteve em São Gabriel em 1985, onde interpretou Bento Gonçalves em "A Guerra dos Farrapos", minissérie da Band (na época chamada de TV Bandeirantes) e que está disponível no Youtube em vídeos postados por Magro Borin (fotos reprodução Youtube)
O mundo artístico brasileiro perdeu Nelson Xavier, nesta quarta-feira (10) aos 75 anos, em Uberlândia, vítima de câncer. O que poucos sabem é que Xavier, que fez vários papéis de destaque no teatro, cinema e televisão e que ficou marcado pela sua atuação como Chico Xavier no filme sobre a vida do espírita brasileiro, esteve em São Gabriel nos anos 80. Xavier interpretou Bento Gonçalves na produção "A Guerra dos Farrapos", da TV Bandeirantes em 1985, rodada grande parte na Terra dos Marechais.

Gabrielenses que conviveram com Xavier relataram como sua principal marca a simplicidade

Xavier contracenou com Herson Capri, que interpretou Giuseppe Garibaldi na produção
Sua marca principal era a simplicidade e a personalidade do ator, que interpretava o líder farroupilha. Muitos gabrielenses que acompanharam as gravações do filme para a televisão, confirmaram isto e conviveram com Nelson, considerado sempre solícito, gentil e bem-apessoado. "Eu era criança na época e lembro de uma gravação no prédio da antiga biblioteca pública. Esperamos horas, e quando nos atendeu, foi bem solícito", frisou Amelinha Isasmendi.

O acadêmico de Direito Edgar de Medeiros Pinto falou que sua mãe o conheceu durante um jantar no Hotel São Luiz na época das gravações. "Ela sentou-se ao lado dele, conversaram e inclusive, o Nelson pediu um bife com bastante alho. Era uma grande pessoa, de simplicidade imensa, e quando da notícia da morte dele, ela comentou todas as lembranças dele por aqui", afirmou.

A radialista e empresária Ana Rosa Nedeff também falou da lembrança da passagem de Nelson Xavier por São Gabriel, assim como o gerente de compras Alexandre Prates. "Conversei com ele pessoalmente, ele era muito querido e simpático, além de ser perfeito em seus papéis. Era um grande ator", afirmou Ana. Alexandre informou que ele passou um dia na estância de seus familiares, no interior do município. "Eu era criança na época. Ele passou um dia inteiro conosco na estância da minha avó. Minha recordação é de um senhor muito educado, gentil e de fala mansa", disse.

O radialista Sincero Brites, da Rádio Pampiana de Vila Nova do Sul, foi outro que conviveu com Xavier ao assistir as gravações, que ocorreram em locais como o Sobrado da Praça. "Eu assisti algumas gravações e depois o vi atravessando a praça quase irreconhecível, usava um velho abrigo desbotado e moletom", comentou. Na época, Xavier também estava com Herson Capri (atualmente no ar na Globo como o empresário Gordo, de Rock Story), que interpretava Giuseppe Garibaldi. Algumas lembranças são de ônibus da Viação Itapemirim - que na época, usava veículos com a cor predominantemente amarela - que transportavam a equipe e os atores. O fotógrafo Katega Vaz lembrou que na época, um jogo foi feito entre os atores, produção e atletas convidados no Estádio, também reforçando a simplicidade do ator.

Na época, a Prefeitura estava sob a gestão de Balbo Teixeira e o Secretário de Turismo era Nolan Scipioni. As gravações na época projetaram a cidade no cenário nacional pela cultura. "A produção da Band na época chegou com muito equipamentos, carretas de material. Reproduziram a antiga São Gabriel, a réplica da igreja do galo, em tamanho original, fachada cinema, no set criado próximo a praia da alegria, próximo ao Rio Vacacai, Bairro Mato Grosso. Nesse local muita gente da cidade e cavalarianos participaram como figuração", conta o jornalista e acadêmico de Direito Sérgio Mello. O representante comercial Arlei Einhardt lembra que ele estava sentado em um marco, no canteiro central em frente ao antigo Mercado Rangel, na Avenida Presidente Vargas, quando pediu um autógrafo para ele.

Xavier tinha feito a minissérie, que foi realizada em 1985 para comemorar o Sesquicentenário da Revolução Farroupilha, três anos após protagonizar "Lampião e Maria Bonita" na Globo. Curiosamente, o único registro da minissérie "A Guerra dos Farrapos" só existe no Youtube por meio de um dos canais de Magro Borin, visto que não existe mais nada na internet - há informações de que a produção fez algumas distorções na história, o que teria sido mal-recebida pelo telespectador gaúcho. Fez várias novelas e minisséries na Globo, onde foi sua casa por muitos anos.

A atuação em "Chico Xavier", considerada a melhor de sua carreira, despertou o ator para a espiritualidade. Um grande nome que se vai e que deixou sua lembrança na Terra dos Marechais. Para assistir, procure pelas palavras "Guerra dos Farrapos Borin" no Youtube.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 10/05/2017 23h00 
Contato: (55) 3232-3766 / 996045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: