Vem para o Natal da Tottal Casa & Conforto

Vem aí o Reveillon Gaudério no CTG Querência Xucra, com animação de Os Serranos, 29 de dezembro

Invista no primeiro shopping center de São Gabriel

Confira os novos cursos na Unopar São Gabriel

Colabore para uma cidade limpa - Jogue Limpo com a sua Cidade

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Anúncio Sicredi novo

Rádio RBC FM - A emissora da comunidade

Chega de pagar caro na sua conta de luz. Ecotec Energy

Vem aí a Festa de Natal do EC Real, em 19 de dezembro

Papo Reto no Caderno7

João Pedro Lemos
Colunista do blog

O asteróide que retoma a guerra fria, agora de informação, quem estará com a razão?
Pois o asteróide 2016WF9 está gerando uma nova guerra fria, só que desta vez, de informação, seja como for está criando grandes dúvidas e até medo no mundo inteiro.  A NASA ( National Aeronautics and Space Administration – Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço) dá garantias de que passará bem longe do nosso planeta, mas o dito astrônomo russo Dyomin Damir Zakharovich, que ainda se tem pouco conhecimento sobre sua real identidade, garante que ele vai se chocar com a terra dizimando-a. Conforme publicação do jornal do Reino Unido, Daily Mail, Zakharovich afirma que o asteróide 2016WF9, descoberto no ano passado, não passará apenas nas proximidades da Terra, como afirma a NASA, mas sim, se chocará com o planeta, gerando um super tsunami, com chances reais de acabar com a civilização.



Por outro lado a NASA garante que a chance disso acontecer é mínima, caso uma colisão dessa magnitude venha a se confirmar num futuro próximo, não haveria o que ser feito, já que as idéias para destruição de objetos desse tamanho ainda não são viáveis, contudo existem informações a respeito que garantem que não há riscos. Entre elas a de que no início desse ano a NASA refez seus estudos sobre a trajetória dele e concluiu que talvez ele não fosse uma ameaça.

Na primeira semana de janeiro eles foram ainda mais longe e concluíram que o tal asteróide passaria relativamente longe daqui. Segundo o relatório oficial, o 2016 WF9 passará por aqui em 25 de fevereiro, a 51 milhões de quilômetros da Terra.

O problema é que segundo o russo, o asteróide vai bater no nosso planeta em 16 de fevereiro, o que poderia matar milhões de pessoas. "O objeto saiu do sistema Nibiru, quando este girava ao redor do Sol, em outubro do ano passado. A NASA sabe que ele atingirá a Terra", diz a publicação.

Pois bem! De qualquer forma em todo o mundo esse dito Zakharovich criou pânico e dúvida, muitas pessoas não sabem no que acreditar, e outras nem sequer a informação chega da melhor maneira. O que se sabe é que brincadeira não é, porque realmente o 2016WF9 existe e está em órbita, resta saber quem está realmente com a razão. Ou se trata de uma brincadeira de péssimo gosto, ou ninguém quer criar terror para o inevitável.

Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: