Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Secretário Municipal é indiciado por morte de funcionário em acidente na virada do ano por fogos

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

19 de janeiro, Vestibular Unopar 2019. Inscreva-se!

Inauguração da filial da Cremolatto em São Gabriel neste sábado, 22 de dezembro

Aproveite mais uma chance de vestibular na Urcamp - 16 de janeiro

Prestigie a 37ª Festa Campeira do CTG Caiboaté - 8, 9 e 10 de fevereiro de 2019

Aproveite o Festival de Verão Tottal e já tem também o material escolar

Invista no primeiro shopping center de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Anúncio Sicredi novo

Rádio RBC FM - A emissora da comunidade

Chega de pagar caro na sua conta de luz. Ecotec Energy

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Prestigie o 10º Baile do Chopp em Santa Margarida do Sul - 26 de janeiro

Pague o IPTU em cota única e ganhe descontos! Até 11 de fevereiro

Secretário Municipal é indiciado por morte de funcionário em acidente na virada do ano por fogos

Poci morreu em acidente ocorrido na virada do ano. Secretário de Compras foi indiciado pela Polícia Civil por homicídio culposo (foto arquivo pessoal)
A Polícia Civil indiciou o Secretário Municipal de Compras, Ivel Xarão, por homicídio culposo (quando não há intenção de cometer o crime) pela morte do funcionário CC (cargo em comissão) Pocidone Francisco Santos, 55 anos, nas primeiras horas de janeiro deste ano. O acidente ocorreu quando Poci, como era conhecido, ficou gravemente ferido ao ser atingido por um foguete no alto do Palácio Plácido de Castro, após a meia-noite.



A informação é do jornal Diário de Santa Maria. De acordo com a investigação, o Secretário foi indiciado por que foi ele quem escalou Poci para manusear os artefatos pirotécnicos que exigiam permissão da Polícia Civil para serem usados. A vítima deixou a família em casa na noite de Reveillon e ficou encarregado do acendimento dos fogos. Ao verificar a falha de um deles, ele foi atingido severamente pelo estouro pirotécnico.

Poci esteve em estado grave até 13 de janeiro, quando veio a falecer devido à gravidade dos ferimentos. O caso foi remetido ao Ministério Público que, se concordar com o que foi apontado pela Polícia Civil, oferece à Justiça a denúncia. Caso aceite, começa o processo para julgamento. Segundo o jornal, Xarão informou que está tomando conhecimento do caso, mas que antecipou que Poci fazia os procedimentos de praxe.


Poci trabalhava na Secretaria de Educação desde 2012, onde era responsável pela manutenção das escolas e participava de eventos da Prefeitura. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 25/06/2016 23h16 
Contato: (55) 3232-3766 / 96045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: