Caderno7 - O site de notícias da Metade Sul: Escolas José Lima e CAIC estão com o problema do vírus "mão-pé-boca"

Conheça a Use Odontologia, agora em São Gabriel

19 de janeiro, Vestibular Unopar 2019. Inscreva-se!

Inauguração da filial da Cremolatto em São Gabriel neste sábado, 22 de dezembro

Aproveite mais uma chance de vestibular na Urcamp - 16 de janeiro

Prestigie a 37ª Festa Campeira do CTG Caiboaté - 8, 9 e 10 de fevereiro de 2019

Aproveite o Festival de Verão Tottal e já tem também o material escolar

Invista no primeiro shopping center de São Gabriel

Conheça a página da Cauzzo São Gabriel no Facebook

Anúncio Sicredi novo

Rádio RBC FM - A emissora da comunidade

Chega de pagar caro na sua conta de luz. Ecotec Energy

Dra. Namiriane Müller Leal - Cirurgiã-dentista

Prestigie o 10º Baile do Chopp em Santa Margarida do Sul - 26 de janeiro

Pague o IPTU em cota única e ganhe descontos! Até 11 de fevereiro

Escolas José Lima e CAIC estão com o problema do vírus "mão-pé-boca"

Escola José Lima teve de ser interditada e desinfectada por causa de casos do vírus "mão-pé-boca" (foto divulgação Google)
As Escolas Municipais José Lima e Menino Jesus - CAIC registraram problemas relativos a síndrome chamada de "mão-pé-boca", que causam vários sintomas em crianças como feridas avermelhadas na planta dos pés, mãos e interior da garganta. A Escola José Lima, por exemplo, teve de suspender as aulas por dez dias.


De acordo com informações repassadas à redação por leitores do site e pela professora Maria Ricarda Menezes, o José Lima foi desinfetado no último final de semana, devido a casos do vírus surgido no local. Casos também foram relatados na Escola CAIC, tanto na Escola de Ensino Fundamental quanto da Educação Infantil e que também passou pela desinfecção. A Prefeitura não se manifestou oficialmente sobre o caso, até o presente momento, mas se soube que as referidas escolas com casos comprovados ficam interditadas por dez dias.

Este problema é causado pelo enterovírus 71, chamado cientificamente de cosxackie, da família das enteroviroses. A síndrome leva esse nome, pois a sua característica é a presença de feridas avermelhadas na planta dos pés, mãos e interior da garganta. Seus principais sintomas são febre e dores de garganta, além das lesões supracitadas, que podem ou não se espalhar para coxas e nádegas. Em casos mais graves, as lesões acabam se tornando pústulas ou bolhas. O vírus tem tratamento médico. Aguardamos informação oficial a respeito.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 20/06/2016 14h59
Contato: (55) 3232-3766 / 96045197 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
Comentário(s)
0 Comentário(s)

Nenhum comentário: