Desfrute de um espetinho gostoso na Mas Bah Tchê Churrasquinho Gourmet em São Gabriel!

Táxi Cristiano 24h - Sua opção de transporte pessoal em São Gabriel

Conforto que cabe no bolso - Íbis Budget Porto Alegre

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Sua formação não pode esperar - Ingresse na Urcamp!

Cotribá - Cooperativismo para a produtividade em São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Vem para a Unopar em São Gabriel!

Danilo Pires Assistência Técnica agora é Good Place, com o melhor em Apple

Curso Sargento Anderson - campeão de aprovações em São Gabriel e região

anúncio prefeitura sg dengue

Super Engenho São Gabriel - Mais qualidade para sua família

Foco no Futuro com a Urcamp - inscrições para o vestibular de verão abertas!

São Gabriel Saneamento - o melhor está por vir, acredite

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Urbano Alimentos - colaborando para o crescimento de São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Conheça todos os benefícios do Seguro de Vida Sicredi Essência!

Drª Sandra Regina Marçolla Weber - na VidaMed

Gráfica F1 - Comunicação Visual e Gráfica Offset com qualidade e bom preço!

18 junho 2014

Servidores entregam reivindicações à Prefeitura. Desta vez, número foi reduzido

Em número reduzido para cerca de trinta pessoas, os funcionários públicos municipais fizeram mais uma mobilização semanal na frente do Palácio Plácido de Castro, na manhã desta quarta-feira (18) e entregaram as reivindicações da categoria, conforme deliberado na última sexta pelo Sindicato dos Servidores Municipais. A frustração era evidente pela queda na mobilização.


A mobilização, inclusive foi acompanhada pela Brigada Militar, até em um número surpreendente. Um documento foi entregue ao Chefe de Gabinete, Luis Pires, e ao Secretário de Administração Ricardo Gomes. O Chefe de Gabinete assegurou que "não existem retaliações" por parte de cargos de confiança, e "que são boatos". As reivindicações foram entregues e a audiência foi marcada para o dia 25 de junho, às 14 horas, com o Prefeito Roque Montagner.

Só que em relação as represálias, elas continuam. A assistente social Mariuza Saraiva confirmou na reunião estas informações, e de que horas-extras foram cortadas para funcionários de vários setores, em retaliação à participação nas mobilizações. E uma funcionária pública registrou ocorrência por conta de ameaças feitas por um CC. A situação é mais séria do que se pensa.

Os funcionários pedem reajuste de 60 reais no vale-refeição, mais implantação gradual do Plano de Carreira a partir dos padrões mais baixos, efetivação definitiva do horário das 8 às 14h, além do cessamento das ameaças e retaliações, que pelo jeito, não ocorreram ainda. 

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.