Desfrute de um espetinho gostoso na Mas Bah Tchê Churrasquinho Gourmet em São Gabriel!

Táxi Cristiano 24h - Sua opção de transporte pessoal em São Gabriel

Conforto que cabe no bolso - Íbis Budget Porto Alegre

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Sua formação não pode esperar - Ingresse na Urcamp!

Cotribá - Cooperativismo para a produtividade em São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Vem para a Unopar em São Gabriel!

Danilo Pires Assistência Técnica agora é Good Place, com o melhor em Apple

Curso Sargento Anderson - campeão de aprovações em São Gabriel e região

anúncio prefeitura sg dengue

Super Engenho São Gabriel - Mais qualidade para sua família

Foco no Futuro com a Urcamp - inscrições para o vestibular de verão abertas!

São Gabriel Saneamento - o melhor está por vir, acredite

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Urbano Alimentos - colaborando para o crescimento de São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Conheça todos os benefícios do Seguro de Vida Sicredi Essência!

Drª Sandra Regina Marçolla Weber - na VidaMed

Gráfica F1 - Comunicação Visual e Gráfica Offset com qualidade e bom preço!

01 maio 2013

Tumulto: Policial Militar é acusado de soltar gás de pimenta dentro de ônibus universitário em Rosário

Rosário do Sul - Um tumulto que foi denunciado em redes sociais está gerando repercussão pela forma que aconteceu. Na última segunda-feira (29), por volta das 23h15, durante o deslocamento do ônibus que transporta os estudantes universitários de São Gabriel para Rosário do Sul, um gás tóxico - semelhante ao spray de pimenta - foi largado dentro do veículo, causando pânico e tumulto. Um policial militar é acusado de ter causado o incidente.


Segundo a ocorrência registrada pela Polícia Rodoviária Federal de Rosário, o ônibus vinha no retorno para a cidade quando o motorista teve de parar por conta que o gás tinha tomado conta do interior do veículo. Vários passageiros sofreram irritação nos olhos, tosse, falta de ar, vômito, entre outros sintomas. Uma acadêmica que é alérgica teve de ser socorrida rapidamente, por que correu risco de morte.

Três testemunhas acusaram um passageiro que é policial militar de ter soltado o gás. Ele negou as acusações. Todos foram conduzidos até o posto da PRF de Rosário do Sul. A questão está repercutindo nas redes sociais, com detalhes impressionantes do caso. Vamos acompanhá-lo.

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.