Táxi Cristiano 24h - Sua opção de transporte pessoal em São Gabriel

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Sua formação não pode esperar - Ingresse na Urcamp!

Cotribá - Cooperativismo para a produtividade em São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Vem para a Unopar em São Gabriel!

Danilo Pires Assistência Técnica agora é Good Place, com o melhor em Apple

Curso Sargento Anderson - campeão de aprovações em São Gabriel e região

anúncio prefeitura sg dengue

Super Engenho São Gabriel - Mais qualidade para sua família

Foco no Futuro com a Urcamp - inscrições para o vestibular de verão abertas!

São Gabriel Saneamento - o melhor está por vir, acredite

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Urbano Alimentos - colaborando para o crescimento de São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Ajude o Rio Grande do Sul neste momento difícil! O Sicredi está nessa!

Drª Sandra Regina Marçolla Weber - na VidaMed

26 maio 2023

POLÍCIA | Polícia Civil conclui inquérito e indicia autor de feminicídio em São Gabriel

Em cumprimento de mandado de busca e apreensão, Polícia Civil encontrou armas e munições no consultório do médico Wilson Roos Júnior, que foi indiciado por homicídio e feminicídio (foto divulgação/Polícia Civil)

Na tarde de quinta (25), a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de São Gabriel, encerrou as investigações do caso ocorrido na noite de 16 de maio, no qual o médico Wilson Roos Junior, 64 anos, se dirigiu à residência de sua ex-esposa Thiéle Sallet Molina e disparou várias vezes contra ela e seu namorado, o Major do Exército Rodrigo Falcão. O trágico episódio aconteceu na presença das filhas do casal e acabou na morte dos dois.

De acordo com o delegado Fabrício Lima Ferreira, responsável pelo caso, as evidências reunidas durante o inquérito revelaram que o autor cometeu os crimes movido pela insatisfação com o fim do casamento e pela rejeição ao novo relacionamento da vítima. A ação demonstrou crueldade, uma vez que impossibilitou a defesa das vítimas, que não tiveram oportunidade de reagir.

A arma utilizada nos ataques foi uma pistola Glock, calibre .380, que estava na posse do suspeito, juntamente com 41 munições e 2 carregadores. Esses itens foram apreendidos pelas autoridades. Na terça-feira, 23, agentes da polícia civil cumpriram um mandado de busca e apreensão no consultório médico do investigado. Durante a operação, foram encontradas 4 armas de fogo, além de 2.438 munições de diversos calibres, acessórios e componentes de munição de arma de fogo.

Com a conclusão das investigações, o Inquérito Policial foi encaminhado ao Poder Judiciário, e o autor foi indiciado pelos crimes de Homicídio duplamente qualificado e Feminicídio triplamente qualificado. As qualificações incluem motivo torpe, uso de recurso que dificultou a defesa e contexto de violência doméstica e familiar contra a mulher. Além disso, foi aplicada uma causa de aumento de pena devido ao crime ter sido cometido na presença física de um descendente da vítima.

Roos permanece preso no Presídio Estadual de São Gabriel desde a noite do ocorrido, ao contrário do que foi ventilado. O advogado do médico, Ezequiel Vetoretti, informou que falará a respeito do caso somente em juízo. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 26/05/2023 18h43
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.