Táxi Cristiano 24h - Sua opção de transporte pessoal em São Gabriel

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Sua formação não pode esperar - Ingresse na Urcamp!

Cotribá - Cooperativismo para a produtividade em São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Vem para a Unopar em São Gabriel!

Danilo Pires Assistência Técnica agora é Good Place, com o melhor em Apple

Curso Sargento Anderson - campeão de aprovações em São Gabriel e região

anúncio prefeitura sg dengue

Super Engenho São Gabriel - Mais qualidade para sua família

Foco no Futuro com a Urcamp - inscrições para o vestibular de verão abertas!

São Gabriel Saneamento - o melhor está por vir, acredite

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Urbano Alimentos - colaborando para o crescimento de São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Ajude o Rio Grande do Sul neste momento difícil! O Sicredi está nessa!

Drª Sandra Regina Marçolla Weber - na VidaMed

30 março 2023

Atirados à própria sorte | Casal atropelado em São Gabriel pede ajuda para sobreviver

Acidentados há mais de seis meses, Simone e Adriano passam dificuldades e aguardam responsabilização do causador da colisão (foto Marcelo Ribeiro/portal Caderno7)

O casal Adriano Pinto de Freitas, 46 anos e Simone Elizabete Moreira Antunes, 42 anos, vítima de grave acidente ocorrido na manhã de 16 de setembro de 2022 no final da Rua Celestino Cavalheiro quando iam para o trabalho, passa por sérias dificuldades, sem apoio para trabalhar e também assistência de quem causou o acidente. Campanhas estão sendo feitas para ajudar o casal e após a veiculação da entrevista em vídeo, na manhã desta quinta-feira (30), o casal foi visitado por um escrivão da Polícia Civil para comunicação do depoimento do caso.

O casal trabalhava de forma autônoma com marcenaria até o acidente, que deixou ambos mais de 30 dias no hospital, sendo que Simone passou mais tempo devido aos graves ferimentos. Ela teve seis costelas e o fêmur fraturado, lesão em um dos pulmões; ele, teve o braço esquerdo quebrado, um corte profundo na perna e ambos tiveram de retirar o baço; Adriano ainda tem uma deficiência no braço esquerdo e não recebe auxílio do governo, tendo solicitado por perícia, mas teve o pedido negado várias vezes.

Eles também esperam responsabilização da Polícia ao autor do acidente, que é um jovem de 19 anos, mas segundo eles, a sua irmã é quem estaria na direção. "Até agora, nenhum deles se prontificou a nos indenizar, cobrir gastos que estamos tendo com medicação e tratamentos", lamentou Simone. "Estamos tendo muitas dificuldades, porque estamos há seis meses parados, sem poder retomar a vida e trabalhar. Tínhamos uma renda que dava para nos manter e agora, estamos dependentes do apoio de outros. Agradecemos o que a comunidade tem nos feito, mas queremos justiça no nosso caso", finaluzou Adriano. 

Uma campanha vem sendo feita pela produtora rural Vania Predebon, que tem ajudado a família e que nos forneceu informações para a pauta. Doações podem ser feitas pelo Pix de Simone, pelo CPF 01945659041, no nome de Simone Elizabete Moreira Antunes. Para mais informações, além de saber como ajudar levando mantimentos, só entrar em contato pelo fone/WhatsApp (55) 996519141, com Simone.

Após a veiculação do vídeo com a entrevista em nossas redes sociais, Simone informou que na manhã desta quinta (30), receberam a visita de um escrivão da Delegacia de Polícia para marcar o depoimento do caso, que deverá ser retomado por conta do hiato gerado pela ausência de um delegado titular, o que foi assumido pelo novo delegado, Fabrício Pereira. 

Confira o vídeo da entrevista, disponível também em nosso Facebook, Instagram e no nosso canal no YouTube: 


Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 30/03/2023 10h10
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.