Táxi Cristiano 24h - Sua opção de transporte pessoal em São Gabriel

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Sua formação não pode esperar - Ingresse na Urcamp!

Cotribá - Cooperativismo para a produtividade em São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Vem para a Unopar em São Gabriel!

Danilo Pires Assistência Técnica agora é Good Place, com o melhor em Apple

Curso Sargento Anderson - campeão de aprovações em São Gabriel e região

anúncio prefeitura sg dengue

Super Engenho São Gabriel - Mais qualidade para sua família

Foco no Futuro com a Urcamp - inscrições para o vestibular de verão abertas!

São Gabriel Saneamento - o melhor está por vir, acredite

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Urbano Alimentos - colaborando para o crescimento de São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Ajude o Rio Grande do Sul neste momento difícil! O Sicredi está nessa!

Drª Sandra Regina Marçolla Weber - na VidaMed

05 fevereiro 2023

Memória | Iniciadas as atividades da Semana de Sepé Tiaraju em São Gabriel

Atividades da Semana de Sepé, que lembra os 267 anos da morte do líder missioneiro em São Gabriel, foram iniciadas no começo da noite de domingo com palestras e debates no plenário do Legislativo (fotos Marcelo Ribeiro/portal Caderno7)

Começaram neste domingo, 5 de fevereiro, as atividades da Semana de Sepé Tiaraju em São Gabriel. A programação que lembra os 267 anos da morte do líder missioneiro foram iniciadas com palestras e debates na Câmara de Vereadores, promovidas pela comissão organizadora formada por várias entidades, que vão até a terça-feira, 7 de fevereiro. 

A primeira atividade aconteceu no final da tarde no Plenário do Poder Legislativo. O cacique Natalino dos Santos, também conhecido como Cacique Yacanguruy, salienta que as atividades são para manter viva a memória de Sepé Tiaraju e afirmar o lugar do povo indígena em São Gabriel. "Queremos propiciar oportunidades para o diálogo, a troca de conhecimentos e a discussão sobre políticas públicas para as comunidades indígenas", afirmou Natalino. 

Compositor e cantor argentino Martín Coplas fez show de abertura em homenagem a Sepé e destacou importância de fortalecer sua memória

Organizador das atividades, Cacique Natalino dos Santos também frisou importância de Sepé

Na abertura, esteve presente também o compositor e cantor argentino Martín Coplas, radicado em Porto Alegre e que é descendente dos indígenas quechua e aymara, compositor da "Missa da Terra Sem Males". Ele, que também é discípulo do padre Antônio Cechin, estudioso de Sepé Tiaraju falecido em 2016, afirmou que a busca para a beatificação de Sepé Tiaraju como santo será retomada em 2023 e que o bispo diocesano, Dom Cleonir Dalbosco, estará na terça-feira em São Gabriel para anunciar esta ação. 

A programação foi aberta com apresentação de Coplas, juntamente com o professor da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) e integrante do NEABI (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas) Oxalá Sepé, Rafael Cruz, em homenagem aos povos indígenas e a Sepé. 

Natalino, maior divulgador do líder missioneiro, fez homenagens a Sepé Tiaraju na abertura

Noite teve palestras sobre arquitetura indígena, histórico de São Gabriel e debates sobre a história dos povos originários

A programação foi concluída com uma palestra da arquiteta Raquel Reck, sobre os projetos de arqueologia em Área Missioneira e um debate sobre Sepé Tiaraju e os povos originários, encerrando a noite. A Semana é realizada pelo Movimento Sepé Tiaraju, a cargo do cacique Natalino dos Santos, com apoio da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) por meio do NEABI (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas) Oxalá Sepé, Prefeitura de São Gabriel, Coletivo Vivenciar e Centro Xamânico de São Gabriel.

A Prefeitura informou em postagem nas redes sociais que o monumento a Sepé que estava na Sanga da Bica foi removido para o Museu Nossa Senhora Rosário Bom Fim (Igreja do Galo) onde ficará para visitação. Confira a programação dos demais dias:

06/02 - Segunda-feira
17h - "Memória e Patrimônio", com os professores Júlio Quevedo dos Santos (UFSM) e Janine Dorneles Pereira (SEME)
Local: Câmara Municipal de Vereadores de São Gabriel

07/02 - Terça-feira
08h30 - Mística e reflexão coletiva sobre a memória material e imaterial de Sepé
Local: Sanga da Bica (Rua Juca Tigre)
10h30 - Solenidade de apresentação da proposição da aldeia Guarani em São Gabriel
Local: Câmara Municipal de Vereadores de São Gabriel
Tarde - Atividades livres

SAIBA MAIS
Nascido por volta de 1723 em São Luís Gonzaga, Sepé é reconhecido como herói guarani missioneiro rio-grandense e herói da pátria brasileira, por ter defendido a dignidade do povo brasileiro até a sua morte. Tiaraju foi um guerreiro indígena brasileiro, considerado santo popular e declarado "herói guarani missioneiro rio-grandense" por lei. 

Chefe indígena dos Sete Povos das Missões, liderou uma rebelião contra o Tratado de Madri. Sepé é, historicamente, conhecido por ter resistido aos ataques militares espanhóis e portugueses do período colonial. Foi morto em 7 de fevereiro de 1756, nas proximidades da Sanga da Bica, onde seu cavalo teria pisado em um buraco e o derrubou; ao levantar, foi golpeado com uma lança por um soldado português e após, o espanhol Joaquim Viana deu-lhe um tiro mortal com uma pistola.

Em 2006, uma série de atividades lembrou os 250 anos da morte de Sepé na Sanga da Bica, com shows e palestras, além de um espetáculo cênico no local. O evento, que teve apoio do Governo Federal, marcou a entrada pela primeira vez do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) na cidade. No Parque Tradicionalista, movimentos sociais se hospedaram no local. 

No dia 21 de setembro de 2009, foi publicada a Lei Federal 12.032/09, que traz em seu artigo 1º o texto "Em comemoração aos 250 (duzentos e cinquenta) anos da morte de Sepé Tiaraju, será inscrito no Livro dos Heróis da Pátria, que se encontra no Panteão da Liberdade e da Democracia, o nome de José Tiaraju, o Sepé Tiaraju, herói guarani missioneiro rio-grandense." Como homenagem ao heroísmo e à coragem de Sepé Tiaraju, a rodovia RS 344 recebeu o seu nome. 

Existe também no Rio Grande do Sul o município de São Sepé, nome que reflete a devoção popular pelo herói indígena. Sepé também é lembrado em monumentos em várias cidades das Missões e aqui na Sanga da Bica, inaugurada em 2015, quando mais de 200 indígenas compareceram às comemorações na época. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 05/02/2023 20h09
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.