Táxi Cristiano 24h - Sua opção de transporte pessoal em São Gabriel

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Sua formação não pode esperar - Ingresse na Urcamp!

Cotribá - Cooperativismo para a produtividade em São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Vem para a Unopar em São Gabriel!

Danilo Pires Assistência Técnica agora é Good Place, com o melhor em Apple

Curso Sargento Anderson - campeão de aprovações em São Gabriel e região

anúncio prefeitura sg dengue

Super Engenho São Gabriel - Mais qualidade para sua família

Foco no Futuro com a Urcamp - inscrições para o vestibular de verão abertas!

São Gabriel Saneamento - o melhor está por vir, acredite

Estarmed Assistencial - Um plano de saúde gabrielense para os gabrielenses

Urbano Alimentos - colaborando para o crescimento de São Gabriel e região

Aproveite a Temporada Verão 2024 Peruzzo!

Ajude o Rio Grande do Sul neste momento difícil! O Sicredi está nessa!

Drª Sandra Regina Marçolla Weber - na VidaMed

02 novembro 2022

Eleições 2022 | Sildo Cabreira critica ações e afirma que Brasil esteve perto de "viver uma ditadura"

Presidente do Poder Legislativo, Sildo Cabreira, do PDT, fez manifestação forte contra atos antidemocráticos na eleição deste ano, durante a sessão desta terça-feira, 1º de novembro (foto arquivo C7)

O presidente do Poder Legislativo, Sildo Cabreira (PDT), fez um discurso contundente e forte contra atitudes antidemocráticas vistas nas eleições deste ano, durante a sessão do Poder Legislativo de São Gabriel realizada nesta terça (1º), onde afirmou que o Brasil esteve perto de "viver uma ditadura". 

Sildo começou sua manifestação dizendo que não se enxerga em outra sigla partidária, talvez uma ou duas legendas, porém, o PDT é o"seu chão". "Embora eu não concorde com as coisas aqui em São Gabriel, onde uma comissão provisória foi definida de cima para a baixo, mas fica claro que o partido não poderia estar com outras siglas que não fossem democráticas e nem trabalhistas", disse.

O vereador manifestou seu apreço e admiração ao ex-prefeito e amigo pessoal Rossano Gonçalves (PL), mas que não pode se "calar com as coisas que estão ocorrendo no País" e condenou atos que ocorreram em São Gabriel como as "listas" antidemocráticas e fez um desabafo fortíssimo. 

"Mesmo com essa admiração, eu não posso me calar com as coisas que estão acontecendo de forma antidemocrática em nosso país, pois senão estaria traindo meus princípios e origens e o que o meu pai e a minha mãe me ensinaram. E começo pelos ataques antidemocráticos pois, hoje, o maior heroi deste país, depois que o pseudo-herói (Sérgio Moro) saiu de cena, chama-se Alexandre de Moraes, pois ele não permitiu que houvessem desmandos. Atacar a democracia, as instituições democráticas, ofender magistrados, fazer carta dizendo que não é para comprar em lojas, isso não é liberdade de expressão. Isso é ditadura. E se não fosse a eleição, estávamos perto de viver uma ditadura. E aí estão, nas estradas, impedindo as passagens das pessoas, que tinham que se operar, ir para a aula. Eu não aguento isso calado. Eu durmo em sã consciência", declarou.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 02/11/2022 13h31
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.