Familiares lembraram sete anos da morte de Eduardo Marques Vattimo Vaz, o Maguila, atropelado por um motorista embriagado na madrugada de 28 de junho de 2015 e pedem agilidade da Justiça para julgamento de acusado (foto arquivo pessoal)

No último dia 28 de junho, se completaram sete anos da morte de Eduardo Marques Vattimo Vaz, o Maguila, como era conhecido, em um atropelamento causado por um motorista embriagado no cruzamento das ruas Maurício Cardoso e Coronel Soares, na madrugada de um domingo. A vítima morreu em 3 de julho de 2015, devido à gravidade dos ferimentos e nas redes sociais, familiares e amigos relembraram o caso para que não seja esquecido. 

As últimas audiências do caso ocorreram no Fórum local em 2020, antes da pandemia. O autor do crime chegou a ser preso na época. Familiares e amigos pedem providências da Justiça para que julgue o caso e o autor do crime, onde também se reclamou da demora da conclusão do processo. 

RELEMBRE O CASO
Eduardo, ao sair do trabalho de moto na madrugada de 28 de junho, passava pelo cruzamento da rua Maurício Cardoso com Coronel Soares, foi atingido pelo motorista de um Fiat Uno, hoje com 26 anos e foi jogado contra a parede de uma residência, vindo a sofrer ferimentos gravíssimos. Ele faleceu seis dias depois, após estar internado na UTI da Santa Casa de Caridade. 

Segundo testemunhas, o veículo vinha em alta velocidade e atingiu Eduardo em cheio. O motorista teve embriaguez comprovada, onde o etilômetro apontou 0,76 mg/l de álcool no sangue e chegou a ser preso. A vítima, que tinha 21 anos na época, também era atleta de força da Personal Academia, onde tinha disputado competições recentes e ajudando a equipe a ser vitoriosa. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 05/07/2022 09h07 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Post a Comment

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.