29 abril 2021

30 anos sem o talento e a música de Gonzaguinha

Há 30 anos, cantor e compositor Gonzaguinha perdia a vida em um acidente de carro no Paraná (foto divulgação)

Neste 29 de abril, completaram-se 30 anos da morte do cantor Luiz Gonzaga do Nascimento Júnior, conhecido como Gonzaguinha, um dos cantores mais polêmicos por conta da voz ativa que suas composições traziam contra o regime militar e também emplacando sucessos da MPB. Gonzaguinha morreu em 29 de abril de 1991, quando retornava de uma apresentação em Pato Branco, no Paraná.

Filho adotado e registrado do cantor e compositor pernambucano Luiz Gonzaga, o Gonzagão, nasceu no Rio de Janeiro e emplacou sucessos como "O que é, o que é" (Viver e não ter a vergonha de ser feliz...), "Lindo Lago do Amor", "É" (usado recentemente na trilha da novela "Amor de Mãe"), "Sangrando", "Explode Coração", "Começaria tudo outra vez", entre outras. 

Segundo o Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição), Gonzaguinha tem 294 músicas e 348 gravações registradas. Outros artistas como Maria Bethânia, Leo Gandelman, Emilio Santiago, Leo Brandão e Gonzagão regravaram suas composições. Além de um gênio forte, Gonzaguinha tinha uma militância política forte expressa em muitas canções, muitas delas cortadas pela Censura. 

Gonzaguinha morreu em 1991 aos 45 anos, quando seu Monza colidiu contra uma caminhonete ao se dirigir para Foz do Iguaçu, onde seguiria de avião para Florianópolis para show marcado, que jamais ocorreria. Mas sua obra continua viva até hoje. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 29/04/2021 19h50
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.