Se a pandemia te atrapalhou, o REFIS te regulariza! Prefeitura de São Gabriel

Assine 200 mega por 99,00 e leve mais 30 mega por 1 pila! CLIQUE AQUI

www.peruzzo.com.br - Acesse, compre e receba em casa!

Painéis Solares A Elétrica - Energia Solar em até 120x

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Clínica Imuniza - Muito mais do que vacinar, cuidar do seu bem estar - CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

Faça seu cartão Cauzzo e tenha os melhores profissionais para sua saúde

O Sicredi Essência faz mais por você!

Use Odontologia em São Gabriel - saúde bucal para você e sua família

Anúncio Dra Ana Paula Ross

13 janeiro 2021

Distribuidoras explicam porque botijão de gás aumenta o valor e que seguraram reajustes ao máximo

Botijão de gás teve mais um reajuste no começo de 2021. Distribuidoras seguraram ao máximo os reajustes para que não pesasse ao consumidor (foto ilustrativa)

A Petrobras, por meio de nota oficial, determinou um aumento do preço do gás liquefeito de petróleo (GLP), o chamado gás de cozinha. A medida tomada pela empresa já está em vigor. Os revendedores já tinham segurado o que podiam estes aumentos para o consumidor, o que não é mais possível. "Estes reajustes foram segurados o que podiam por nós, para evitar que pesasse no consumidor", afirmou Bruno Dotto, da Trevo Gás. 

Dessa forma, o GLP passará a ser vendido pela petroleira estatal a 13 kg por R$ 35,98. Antes do reajuste, o valor era de R$ 33,98 por 13 kg. Ou seja, o gás subiu R$2 com a nova mudança da estatal. A alteração no valor do gás de cozinha foi por conta da alta do preço do petróleo no exterior. Na última semana, por exemplo, o combustível do tipo Brent era negociado a US$ 54,30 por barril. O GLP acumulou alta de 21,9% ou R$ 6,08 por botijão em 2020.

No fim de 2020, o botijão para o consumidor final no Brasil tinha um valor médio de R$73,22. Bruno explica que foram vários aumentos durante o ano e os distribuidores evitaram ao máximo repassar ao consumidor. "Mesmo tendo vários aumentos, evitamos ao máximo reajustar o botijão para que o consumidor não sofresse, mas infelizmente agora é inevitável. Fazemos os esclarecimentos para que a população saiba que os reajustes são feitos pela Petrobrás que os repassa às distribuidoras", finalizou. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 13/01/2021 11h39
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.