Se a pandemia te atrapalhou, o REFIS te regulariza! Prefeitura de São Gabriel

Assine 200 mega por 99,00 e leve mais 30 mega por 1 pila! CLIQUE AQUI

www.peruzzo.com.br - Acesse, compre e receba em casa!

Painéis Solares A Elétrica - Energia Solar em até 120x

Urbano 60 anos - Parte da família da gente!

Clínica Imuniza - Muito mais do que vacinar, cuidar do seu bem estar - CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

Faça seu cartão Cauzzo e tenha os melhores profissionais para sua saúde

O Sicredi Essência faz mais por você!

Use Odontologia em São Gabriel - saúde bucal para você e sua família

Anúncio Dra Ana Paula Ross

04 janeiro 2021

Uma nova e moderna sala cirúrgica à disposição no Hospital de Caridade

Nova estrutura clínica do Hospital de Caridade Dr. Astrogildo de Azevedo, em Santa Maria, traz tecnologias que antes só existiam em grandes centros e agora estão presentes na região, com uso híbrido (fotos HCAA)

Conteúdo patrocinado

O Hospital de Caridade Dr. Astrogildo de Azevedo, situado em Santa Maria, apresenta para a comunidade médica e pacientes sua nova sala cirúrgica com a mais moderna tecnologia, sendo pioneira no interior do Estado. Trata-se de uma sala cirúrgica híbrida que consiste na união entre centro cirúrgico e sala para procedimentos endovasculares. A sala é equipada com aparelho de hemodinâmica de última geração. O equipamento fornece imagens tridimensionais e tem funcionamento análogo a uma tomografia, proporcionando ao cirurgião/intervencionista analisar o caso com as imagens sobrepostas e comparadas no sistema computadorizado antes, durante e depois das intervenções. 

As chamadas salas híbridas de cirurgia são o estado da arte para cirurgias de alta complexidade, permitindo o uso de técnicas minimamente invasivas com o máximo de precisão e alto nível de segurança aos pacientes. Aos poucos, esse tipo de instalação vem se tornando padrão para procedimentos de alta complexidade em hospitais de ponta como o Hospital Albert Einstein, Sírio Libanês, Moinhos de Vento, Mãe de Deus, São Francisco e Instituto de Cardiologia, entre outros. 

Usar o cateter e o bisturi em um mesmo procedimento é possível, assim como posicionar imagens de exames novos sobre resultados de exames antigos em monitores de alta resolução. 

“Em uma sala de cirurgia convencional, em procedimentos cardiovasculares, muitas vezes era necessário realizar a cirurgia para descobrir exatamente o quadro do paciente antes de operar. Na sala híbrida, você tem a possibilidade de ver imagens tridimensionais em tempo real, antes de realizar a cirurgia no paciente”. 

Isso possibilita uma recuperação mais rápida, com mais segurança e menos radiação para o paciente, pois a tecnologia aplicada ao procedimento o torna menos invasivo.

O uso da sala hibrida tem sua principal indicação nos seguintes procedimentos:  
- VASCULARES (implante de stents, endopróteses em aneurismas, angioplastias, tratamento de fístulas arteovenosas, etc)
- NEUROVASCULARES (implante de stents em carótidas, tratamento de mal formações artériovenosas, acidente vascular cerebral agudo, etc)       
- CIRURGIAS CARDÍACAS (tratamento combinado de dissecção aórtica, implante de próteses valvares, marcapassos, etc) 
- ONCOLÓGICOS (embolização de tumores...)
- TRAUMA (tratamento conjunto entre cirurgia convencional e endovascular)
“O que estamos realizando com essa nova tecnologia é dar um passo à frente. Estamos olhando o presente e apostando no futuro, para dar o melhor tratamento aos nossos pacientes". Esse é o compromisso do HCAA com a sua comunidade. 

Profissionais passaram por treinamento detalhado para conhecer e utilizar o novo sistema de cirurgias

Equipe médica que realizou primeira cirurgia no dia 14 de outubro

A PRIMEIRA CIRURGIA
Depois do treinamento adequado aos profissionais, a nova sala cirúrgica do HCAA já está em uso. Nessas três fotos, o leitor confere o treinamento, a primeira cirurgia (realizada em 14 de outubro) e a equipe que dela participou. 

Que, aliás, foi composta pelos seguintes profissionais: Médicos Anderson Kahl Beck, Cleoni Pedron, Elton Weber, João Carlos Martins, Luiz Gustavo Thomé, Pedro Sarturi, Ricardo Abdala e Vinicius Menegola, Enfermeira Janaina Maciel, técnicas de Enfermagem Amanda Debus e Tatiana Bolzan, acadêmico de Medicina Pedro Martins, Instrumentadora Giula Pinto e Técnico da Siemens, Osório.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.