20 dezembro 2020

Coronavírus: Uruguai fecha fronteiras a partir desta segunda-feira

Uruguai fechará fronteiras a partir de segunda-feira, 21 de dezembro, até 10 de janeiro de 2021, para conter o avanço dos casos de coronavírus; Brasil possui seis cidades de fronteira no RS, entre elas Rivera (foto arquivo C7)

A partir desta segunda-feira (21), o Uruguai fechará suas fronteiras para impedir o aumento de casos de covid-19. Até o dia 10 de janeiro, tanto estrangeiros quanto uruguaios que moram no exterior não vão poder entrar no país vizinho. As exceções são para quem já tem passagens compradas e o tráfego de caminhões de carga. No caso dos brasileiros, não importa que sejam também residentes no Uruguai, não entrarão no país. As medidas foram anunciadas pelo presidente uruguaio, Luis Lacalle Pou.

O governo uruguaio já impôs uma série de restrições em suas fronteiras desde o início da pandemia. Até agora, porém, estas medidas não se aplicavam a cidadãos uruguaios e a estrangeiros residentes no país. Lacalle Pou também proibiu a realização de eventos públicos, ordenou o fechamento de bares e restaurantes à meia-noite e anunciou que mandou para o Legislativo um projeto que limita o direito de reunião das pessoas. O objetivo desta última medida é impedir a realização de festas de fim de ano e de comemorações numerosas de Natal. Não se sabe se esta medida é válida para viagens para compras, que é o caso de Rivera, por exemplo.

Desde o mês passado, o Uruguai enfrenta um crescimento nos casos de covid-19, e soma, atualmente, 10.893 infecções e 102 mortes pela doença em uma população de 3,4 milhões de pessoas. O Brasil possui seis cidades de fronteira com o Uruguai, todas no Rio Grande do Sul. São elas: Jaguarão, Santana do Livramento, Chuí, Aceguá, Quaraí, Barra do Quaraí.

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações do El Pais 
Data: 20/12/2020 19h12 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com jeito, tudo pode ser dito das mais variadas formas. Solicitamos: leia a matéria antes de comentar. Colabore conosco para a difusão de ideias e pontos de vista em nível civilizado.