30 julho 2020

Oficial que serviu no 4º RCC de Rosário morre em acidente na BR-290

Violento acidente causou a morte de oficial do Exército que serviu em Rosário do Sul e deixou três feridos graves de sua família (foto PRF)
Um acidente envolvendo um veículo e dois ônibus na BR-290, em Eldorado do Sul, na noite de quarta-feira (29), causou a morte prematura do piloto e oficial da Aviação do Exército, Tenente-Coronel Davis Kvitko, 43 anos, que serviu em Rosário do Sul no 4º RCC e atualmente estava no Comando Militar do Sul.

Tenente-Coronel Davis, vitimado no acidente, tinha retornado ao RS para ficar mais perto dos pais (foto EB)
Segundo o site GaúchaZH, Kvitko tinha pedido transferência para o Rio Grande do Sul para ficar próximo de seus pais, que estão idosos. Ele estava indo buscar a namorada do filho de 16 anos em casa e na quinta, viajaria com a esposa de 43 anos, que conheceu em Rosário quando ele serviu no 4º RCC e iriam para Capão da Canoa. O veículo Cobalt que ele dirigia foi atingido por dois ônibus no Km 131 da rodovia.

De acordo com a PRF, o Cobalt tentou cruzar a BR 290 quando um ônibus colidiu no veículo. Outro ônibus que vinha no sentido contrário, também bateu no carro. Dos três feridos, o filho e a namorada estão em estado grave no Hospital de Pronto-Socorro de Porto Alegre.

Atualmente, estava como adjunto de operações no CMS e pertencia a turma de Cavalaria de 1999, da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN). Ele atuou em Rosário de 1999, assim que saiu da AMAN até 2005, onde formou sua família. Ingressou na Aviação do EB em 2006, após concluir cursos. Serviu como piloto no 1º BAvEx, Taubaté-SP, e no 3º BAcEx, Campo Grande – MS. Atualmente servia no CCOp do Comando Militar do Sul, no RS, de onde era natural.

Em 25 anos de carreira, foi condecorado com a Medalha do Pacificador, Medalha Militar de Prata, Medalha do Mérito Marechal Castello Branco e Medalha Corpo de Tropa. Uma das últimas missões em que atuou foi a Operação Acolhida, criada pelo governo federal para garantir atendimento humanitário aos refugiados e migrantes venezuelanos em Roraima, principal porta de entrada da Venezuela para o Brasil. O Exército emitiu nota de pesar pela morte do oficial, que deixa um casal de filhos e a esposa. 

Reportagem: Marcelo Ribeiro, com informações de GaúchaZH e Gazeta de Rosário
Data: 30/07/2020 21h39
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.