16 julho 2020

Briga no Presídio Estadual de São Gabriel deixa seis feridos

Briga no Presídio Estadual de São Gabriel mobilizou atenção de forças de segurança, mas foi contornada, com seis feridos, sem gravidade (foto arquivo C7)
Uma briga dentro do Presídio Estadual de São Gabriel deixou seis feridos na tarde desta quinta-feira (16). A questão aconteceu quando dois presos se estranharam no pátio interno e deu início a confusão. Uma viatura da Brigada Militar passava na hora em frente ao Presídio e teve de ajudar a conter a briga envolvendo seis presos.

A rua em frente ao Presídio foi isolada até que se descartasse a possibilidade de uma rebelião. Mas a briga foi contida em tempo e nenhum dos envolvidos ficou gravemente ferido. Muitas informações chegaram via redes sociais, mas no final das contas a situação foi normalizada e contornada, informou ainda a assessoria da Susepe.

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 16/07/2020 20h36 
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui, mas deixamos claro uma coisa. Não vamos tolerar bandalheiras e bagunça no blog, por que somos favoráveis ao debate, mas com respeito e educação:
- Identifique-se na hora de postar o comentário;
- Ofensas e xingamentos contra outras pessoas ou à direção do blog, não serão tolerados, além de ser passíveis de ações judiciais, com identificação dos responsáveis;
- Ao escrever, pense que o blog é seu. E que você pode ser acionado judicialmente pelos comentários;
- Não "ponha palavras" na boca dos outros, por que não vai passar;
- Quer deixar endereços web, use o cadastro na hora de comentar;
- CAIXA ALTA, erros de português ou outros semelhantes, nem pensar! Aqui não é local de gente que não está preparada para dar opinião, muito menos bagunceiros ou arruaceiros.
- O comentário tem que ser relacionado a postagem, do contrário, não será considerado.
- Denúncias de qualquer natureza, tem que ser feitas diretamente às autoridades, com a Brigada Militar pelo 190 e a Polícia Civil pelo 3232-6166.