02 junho 2020

Suspeita da morte de Camila Brasil tem prisão preventiva decretada

Suspeita da morte de Camila Brasil foi presa preventivamente no final da tarde desta terça, 2 de junho; ela foi morta com duas facadas na noite de 26 de maio (foto arquivo pessoal)
A suspeita do assassinato de Camila Brasil de Moraes (Xepa), 30 anos, foi presa no final da tarde desta terça-feira (2), em caráter preventivo a pedido da Justiça. A solicitação atende inquérito que está sendo realizado pela Polícia Civil e foi concretizada após às 17h, quando a Justiça autorizou a prisão.
A suspeita, de 35 anos, tinha sido detida no dia e prestou depoimento, mas tinha sido liberada. A prisão preventiva foi efetivada hoje, para prosseguimento das investigações. A mesma tinha alegado ter brigado com a vítima e desferiu duas facadas que acabaram sendo fatais.

Camila foi morta na noite de 26 de maio, em frente à sua casa na Rua Mário de Luca, no Bairro Vargas (a rua do antigo Hotel Centenário) pela suspeita, que fugiu logo após.

* Nomes não podem mais ser divulgados devido à Lei de Abuso de Autoridade

Reportagem: Marcelo Ribeiro 
Data: 02/06/2020 19h42
Contato da Redação: (55) 996045197 / 991914564 
E-mail: blogcadernosete@gmail.com 
jornalismo@caderno7.com

Nenhum comentário: